Arábia Saudita tira de circulação livro didático com montagem de antigo rei ao lado de Yoda, de 'Star Wars'

0

Estudantes do ensino médio da Arábia Saudita que começaram o ano letivo em setembro encontraram uma imagem inusitada em um dos livros didáticos. O que trazia conteúdos das aulas de ciências sociais apresentava a montagem de uma foto de Faisal bin Abdulaziz Al Saud, que foi rei da Arábia Saudita na década de 1960, ao lado de Yoda, o pequeno mestre jedi da saga cinematográfica “Star Wars”.

Uma foto mostrando a página do livro, que falava sobre as Nações Unidas (a foto mostrava Faisal na sede da ONU, em 1945, assinando a Carta das Nações Unidas), viralizou na semana passada.

Na publicação, o usuário faz uma brincadeira: “Lembra de quando Yoda assinou a Carta das Nações Unidas em 1945 com Faisal da Arábia Saudita, @starwars? O Ministério de Educação saudita lembra!”

A imagem, na realidade, é uma obra feita pelo artista Shaweesh, da Arábia Saudita. Depois que a notícia se espalhou pelo mundo, Shaweesh afirmou, em entrevista ao jornal “New York Times”, que realizou o trabalho em 2013 em uma iniciativa para “misturar ícones da cultura pop com fotos históricas”, e que escolheu o personagem Yoda porque acredita que tanto ele quando o Rei Faisal têm personalidades semelhantes. “Ele era sábio e sempre forte em seus discursos. Então achei que Yoda era o personagem mais próximo ao rei. E também, o Yoda tem seu próprio sabre de luz, e ele é verde”, afirmou Shaweesh ao “New York Times”.

Na quinta-feira (21), o ministro da Educação saudita, Ahmed Al-Eissa, usou seu perfil no Twitter para falar sobre o erro. “O Ministério da Educação se desculpa pelo erro não intencional que apareceu na imagem da assinatura da Carta das Nações Unidas”, disse ele. “O ministério começou a imprimir uma versão corrigida e decidiu retirar as versões anteriores.”

Ainda segundo Al-Eissa, um comitê foi formado para determinar a origem do erro e “tomar a ação adequada”.

No domingo (24), o porta-voz do ministério afirmou que os novos livros já haviam sido despachados para as escolas de ensino médio.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here