Banqueiro turco é declarado culpado de burlar sanções dos EUA ao Irã

0

Um banqueiro turco foi declarado culpado por um júri nova-iorquino nesta quarta-feira (3) ao ser relacionado a uma ampla trama montada para ajudar o Irã a evadir sanções americanas, em um caso que perturbou as relações entre Ancara e Washington.

Um júri declarou Mehmet Hakan Atilla, vice-diretor executivo do banco turco Halkbank, culpado de 5 acusações de fraude bancária e conspiração.

O julgamento federal se baseou no depoimento do empresário turco-iraniano Reza Zarrab, que se tornou testemunha do governo depois de admitir sua participação no bilionário esquema de troca de ouro por petróleo colocado em prática para evadir as sanções econômicas impostas pelos Estados Unidos ao Irã.

Seu depoimento envolveu ex-ministros turcos e até o presidente Recep Tayyip Erdogan no complô, e identificou Atilla, de 47 anos, como um organizador-chave.

Zarrab, um proeminente negociante de ouro, concordou em depor depois de alcançar um acordo para se declarar culpado de violar as sanções americanas.

Detido em março de 2016 durante uma viagem com sua família para Miami, revelou ao tribunal federal de Manhattan que entre março de 2012 e março de 2013 havia entregue mais de 50 milhões de euros em propina ao ex-ministro turco da Economia Zafer Caglayan.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here