Biblioteca itinerante incentiva o hábito da leitura para crianças em área ribeirinha

0

Além do Dia das Crianças, o 12 de outubro também é data para celebrar o Dia Nacional da Leitura. Para comemorar, a biblioteca itinerante infantil “Barca das Letras” promoveu nesta quinta-feira um dia de diversão e incentivo ao hábito de ler para crianças da comunidade ribeirinha Igarapé das Mulheres, no bairro Perpétuo Socorro, Zona Leste de Macapá.

Em um cenário colorido, com direito a panos no chão e rodeado por livros e gibis, as crianças puderam ouvir histórias, poesias, assistir apresentações musicais, pintura artística no rosto e peças teatrais baseadas em livros, incentivando elas a produzirem novas histórias.

“Hoje é um dia de promover a leitura para as crianças, com atividades lúdicas que as farão se sentir atraídas por este universo. Também estimulamos que elas façam a troca solidária: quando um termina de ler um livro, pode trocar com o vizinho da própria comunidade, compartilhando essas obras e ampliando o acesso aos livros para outras crianças e também adultos”, destacou.

O pequeno Tiago Ferreira, de 8 anos, participou da programação e disse que o dia das crianças foi especial para ele, que escolheu um livro que fala sobre animais. “Gosto de animais e este livro me deixou com vontade de aprender mais sobre eles. Quando eu crescer quero ser aventureiro e poder cuidar dos animais”, disse animado.

O projeto ocorre desde 2008 e foi criado por Jonas Banho, sendo contemplado pelo Ministério da Cultura, o que segundo ele, possibilitou na continuidade das ações itinerantes. Atualmente o ‘Barca das Letras’ tem sede na cidade de Brasília e recebe doações mensais de livros e revistas durante todo o ano.

“Temos muitas doações em Brasília e em Macapá ainda é menor, mas buscamos além de estimular a leitura nas crianças, também promover a doação de livros entre os moradores da cidade. Como navegantes da cultura é muito gratificante ver crianças das comunidades ribeirinhas terem acesso a um livro, o que muitas vezes é difícil de acontecer”, destacou.

A ‘Barca das Letras’ segue para comunidades do Rio Pedreira no dia 13, também na capital. Já no dia 14, o grupo parte rumo ao município de Itaubal, chegando à Foz do Rio Macacoari, e no dia 15 o projeto parte para São Tomé, destino final da pequena expedição. O trajeto é feito pelas estradas e pelos rios.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here