BLOG: Que PAPELÃO, hein Coritiba?!?!

0

 

Alguém sabe quando nosso elenco chegará em Goiânia? Ninguém viu nossos jogadores em campo neste sábado. Atuação ridícula contra o pior time do campeonato, e virtual rebaixado. A gente tenta ser otimista com este time, mas parece ser como amor não correspondido; só ilusão.

 


 

Decepcionante. Para um público pagante de menos de mil pessoas, Coritiba não consegue trocar 3 passes seguidos e vergonhosamente perde para o lanterna. (foto: Paulo Marcos/Atlético-GO)

 

Qualquer argumento para justificar esta exibição pífia soará como desculpa esfarrada, tamanha a falta de futebol apresentada. Resultado merecido, e sem contestações.

 

Se nas 3 partidas anteriores, já com Marcelo Oliveira, praticamente não criamos nada e ainda falhávamos na defesa – ao menos conseguimos resultados cirúrgicos contra Spfc e Chape –, contra o Dragão continuamos sem criar, e desta vez a falha defensiva cobrou um alto preço.

 

Depois de um primeiro tempo horrível, sem futebol literalmente, com os 2 times rifando a bola e sem ameaçarem os goleiros. No segundo tempo o adversário voltou com mais ímpeto, e aproveitou uma das várias falhas que cometemos. Depois voltamos a não ver futebol.

 

O que irrita ainda mais a torcida Coxa: o oponente demonstrou a fragilidade que condiz com a sua posição na tabela. E conseguimos jogar menos que eles! É de tirar qualquer torcedor do sério, e estragar o final de semana do dia dos pais de todos os coxas-brancas.

 

Coritiba

 

Semanas cheias para treinar; esperamos muito mais do que o que está sendo apresentado. Times com limitações orçamentárias, e de elenco, conseguem mostrar futebol melhor. Hora de fazer valer nosso calendário diminuto, com muito tempo livre, e aproveitar o desgaste dos oponentes. (foto: divulgação/Coritiba)

 

Estamos insistindo num meio-campo forte fisicamente, mas sem mobilidade, sem criatividade. Em situações específicas, como para segurar uma vitória contra adversário forte e fora de casa, é compreensível jogarmos assim. Entretanto não dá para esperar que consigamos resultados dependendo apenas de bolas paradas, e chutões que encontrem Rildo em boas condições na velocidade. É muita pobreza de ideias, e de futebol.

 

Não tem como deixar de falar também das debilidades individuais. Quando precisamos que Jonas acerte um passe de 10 metros, ele não corresponde. Galdezani esqueceu o futebol depois que renovou contrato. Carleto ganhou titularidade pela sua boa bola parada, mas nem isso acertou neste sábado. A dupla de zaga dá calafrios no torcedor, Márcio ainda consegue render se tiver um parceiro que o conduza, mas Luizão tem se mostrado insuficiente tecnicamente para disputar uma série A. Nem dá para exigir dos atacantes nesta partida, pois só vinha bola quadrada, rifada, chutões sem direção alguma.

 

Quando parece que vamos engrenar, manter uma boa regularidade, eis que derrotas vexatórias com esta nos coloca de novo na dura realidade.

 

Acompanhe o Blog e o blogueiro também nas redes sociais:

 

Facebook: Garra, Força e Tradição

 

Twitter: @Glaucoxa

Fonte: GloboEsporte.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here