Cerca de 650 fiéis em 50 embarcações participam do Círio Fluvial no rio Amazonas, no Amapá

0

Fé e devoção levaram cerca de 650 fiéis em 50 embarcações ao Círio Fluvial que ocorreu neste sábado (7) e durou mais de três horas. Com 11 quilômetros de percurso, a romaria partiu do rio Amazonas, no porto do Igarapé da Fortaleza, em Santana, com término na Ponte da Integração, sobre o rio Matapi.

As embarcações participaram do evento religioso que antecede o Círio de Nazaré, marcado para domingo (8). A romaria passou por seis comunidades ribeirinhas com a imagem da Virgem.

A massoterapeuta Valdeia Abreu, de 45 anos, contou que é o primeiro ano que participa do Círio Fluvial. Ela não conseguiu segurar as lágrimas quando a romaria chegou ao ponto de desembarque. A católica disse que foi agradecer a motocicleta que conseguiu adquirir em 2017.

“Esse é um momento de muita fé e agradecimento. É um encontro das famílias católicas no Amapá. Estou emocionada porque recebi muitas bênçãos e vim agradecer, e não pedir nada”, completou.

Para o bispo da Diocese de Macapá, Dom Pedro Conti, o evento é um marco de emoção e agradecimentos. Ele reitera que o povo ribeirinho é o foco dessa procissão.

“É uma festa muito bonita onde o povo se emociona muito. É o momento em que as pessoas agradecem e pedem bênçãos. Também, é sinal de respeito e devoção. Para a gente, a romaria lembra pelas pessoas que moram nas margens do rio”, ressaltou Conti.

Após a romaria fluvial, a imagem da Nossa Senhora de Nazaré saiu do barco e foi carregada até o carro oficial do Corpo de Bombeiros para uma nova jornada. O Círio dos Motociclistas partiu de Santana até a Catedral de São José, em Macapá.

A proposta é pedir paz no trânsito e reunir fiéis profissionais do transporte, como mototaxistas e motoboys e amantes das duas rodas. O grupo de motoqueiros percorreu as rodovias Duca Serra e AP-010, Avenida Padre Júlio e Rua General Rondon.

O mototaxista Mário Júnior, de 38 anos, conta que trabalha há dez anos com serviço de transporte e nunca sofreu nenhum acidente. Ele atribui a proteção aos pedidos à Virgem Maria durante os eventos da programação do Círio que participa todos os anos.

“É muito emocionante e gratificante. Que a Nossa Senhora nos proteja cada um de nós. Todo ano estou presente acompanhando o Círio dos Motociclistas com seu manto sagrado. Participar deste evento é uma satisfação muito grande”, disse, emocionado.

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o VC no G1 AP ou por Whatsapp, nos números (96) 99178-9663 e 99115-6081.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here