Cliente deixa picape para limpeza e veículo é furtado de dentro de lava-jato no AP; VÍDEO

0

Uma picape de cor branca foi levada do pátio de uma empresa de lavagem de carros que fica na Zona Norte de Macapá, na quinta-feira (9). Um homem se passou por filho do proprietário do veículo e furtou o automóvel, com a chave entregue por um dos funcionários do local. A Polícia Civil investiga o caso.

De acordo com o proprietário do veículo, o aposentado João Lopes, de 57 anos, o serviço era para uma lavagem geral e por isso o carro só poderia ser entregue no dia seguinte. Mas, a picape foi levada do local no mesmo dia. O criminoso, de boné, não foi mais visto, assim como o funcionário que entregou as chaves, que não retornou ao trabalho depois do crime.

“Eu deixei meu carro sob a responsabilidade do proprietário no fim da tarde. Perto das 19h eu retornei lá para perguntar a hora que eles iam entregar, e era para 10h do outro dia. Eles já tinham começado a lavar. Quando foi no outro dia, à tarde, eles disseram que já tinham entregado sem minha autorização para outra pessoa, que se apresentou como meu filho”, lembrou a vítima.

O automóvel está avaliado em R$ 120 mil, segundo Lopes. O aposentado acrescentou que foi a terceira vez que havia deixado o carro no estabelecimento e que confiava por ser um lugar murado, com grade e segurança.

Jorge Pereira, proprietário da lavagem, disse que trabalha há 15 anos na área e que nunca havia acontecido algo parecido com ele. No momento do furto ele não estava na empresa.

“Normalmente sou eu e um funcionário antigo da lavagem que entregamos os carros, mas nós não estávamos aqui no momento. Nós só entregamos para os donos dos veículos. Esse lavador não voltou mais para trabalhar depois desse dia. Eu confiava nele. Agora minha maior preocupação é encontrar esse carro”, certificou Pereira.

A Delegacia de Polícia Interestadual (Polinter) informou que trabalha na identificação do suspeito. A instituição não quis repassar mais informações para não interferir na investigação.

“Quero mais agilidade e encontrar esse carro logo. Hoje foi comigo e amanhã pode ser com outras pessoas. Eu me sinto impotente em não poder fazer muita coisa. Toda minha vida eu trabalhei praticamente para comprar um veículo desse porte. Hoje eu dependo da minha irmã, da cunhada para me emprestar um carro e me locomover”, descreveu a vítima.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here