Dados de anúncios do Facebook diferem de censo dos EUA, diz analista

0

Os dados que o Facebook apresenta a anunciantes sobre seu potencial alcance diferem dos números do censo dos EUA, disse um analista de investimentos na terça-feira (5), renovando questões sobre como as empresas de tecnologia avaliam o valor de seu espaço de marketing digital.

Facebook, Google, da Alphabet, e outras empresas de internet têm enfrentado escrutínio criterioso de anunciantes sobre a maneira como as pessoas veem anúncios online e como medir suas visualizações.

O site de compras de anúncios do Facebook diz a anunciantes que tem um alcance potencial de 41 milhões de pessoas entre 18 e 24 anos nos Estados Unidos, enquanto os dados do censo dos EUA mostram que no ano passado havia 31 milhões de pessoas no país entre essas idades, disse o analista sênior do Grupo de Pesquisa Pivotal, Brian Wieser, em nota.

A diferença persiste na faixa de 25 a 34 anos de idade e não é amplamente conhecida entre os executivos de agências de publicidade, escreveu Wieser em nota a clientes, acrescentando que a diferença pode fazer com que os grandes anunciantes intensifiquem as demandas de serviços de medição de terceiros.

O Facebook disse que suas estimativas de público não combinavam com os dados do recenseamento, mas acrescentou que isso faz parte do projeto, uma vez que os números de alcance “são elaborados para estimar quantas pessoas em uma determinada área são elegíveis para ver um anúncio que uma empresa pode executar. Não são projetados para coincidir com estimativas de população ou censo”.

As pessoas colocam elas mesmas a idade no Facebook, então estas também podem diferir dos dados do recenseamento. A empresa também usa dados de localização de dispositivos móveis para estimar alcance, o que significa que conta turistas e outros visitantes.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here