Em greve há quase uma semana, agentes penitenciários decidem manter greve

0

Após reunião realizada na tarde desta sexta-feira (15) na frente da Casa de Custódia de Teresina, o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi) decidiu permanecer em greve. De acordo com o presidente do Sinpoljuspi, José Roberto, familiares de presos foram autorizados a entrar nos presídios para visita, mas disse que a paralisação continua.

“Teremos uma reunião com o governo na segunda-feira (18) para discutimos a situação. Até lá a greve está mantida. Teremos uma assembleia logo após a reunião e definiremos a continuação ou não do movimento, mas isso dependerá das propostas apresentada para a categoria dos agentes”, disse.

Intervenção das forças de segurança

A operação conta com apoio do Batalhão de Rondas Ostensivas de Natureza Especial (BPRone), Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Tropa de Choque, Tropa de Cavalaria, Força Tática, Canil, 8º Batalhão da Polícia Militar, Companhia de Policiamento Independente de Trânsito (CIPTran) , Tropa de Cavalaria, Guarda Militar da Casa de Custódia e agentes penitenciários do Setor de Disciplina.

Presídio inaugurado de forma emergencial

A Secretaria de Justiça (Sejus) do Piauí realizou a inauguração emergencial da Penitenciária Nelson Mandela, em Campo Maior, e começou a receber os primeiros presos na madrugada dessa quinta-feira (14). A unidade tem capacidade para 160 detentos e estava prevista para ser aberta em outubro, mas foi antecipada devido a greve dos agentes penitenciários e a superlotação na Central de Flagrantes de Teresina. Os presos estão sendo custodiados pelos policiais militares.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here