Em MG, Maia diz que seu papel em nova denúncia contra Temer é encaminhá-la à CCJ e fala de 'tranquilidade'

0
Rodrigo Maia falou sobre possível nova denúncia contra Temer durante evento com empresários e entidades de classe em Uberaba (MG) (Foto: Bruno Sousa/G1)Rodrigo Maia falou sobre possível nova denúncia contra Temer durante evento com empresários e entidades de classe em Uberaba (MG) (Foto: Bruno Sousa/G1)

Rodrigo Maia falou sobre possível nova denúncia contra Temer durante evento com empresários e entidades de classe em Uberaba (MG) (Foto: Bruno Sousa/G1)

Durante agenda em Minas Gerais na tarde desta quinta-feira (14), o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (DEM), comentou sobre a nova denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel Temer, apresentada ao Supremo Tribunal Federal (STF). Em Uberaba, antes de saber da segunda denúncia, Maia comentou que se o ministro Luiz Edson Fachin encaminhasse à Casa algo novo contra o presidente que ele cumpriria o seu papel. Já à noite, em Araxá, quando já sabia da notícia, falou em tranquilidade.

“Eu não tenho opção de não encaminhar à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Meu papel nesse episódio, como foi no outro, é apenas de coordenador, de árbitro dos trabalhos. Então, o ministro Fachin determinando o envio à Câmara de Deputados, o meu papel será o mesmo da outra vez, e com toda isenção, fazer a votação do plenário depois da Comissão”, comentou.

Perguntado se acreditaria que neste momento a votação passaria ou não no plenário, Maia respondeu que estava numa posição muito delicada. “Minha opinião pode impactar, então eu acho que pro Brasil é melhor que eu me mantenha à parte desse debate e apenas cumpra meu papel constitucional. Se a decisão do Supremo foi encaminhar para a Câmara dos Deputados, cumprindo o regimento e encaminhar para CCJ, se a CCJ aprovar um relatório – seja contra ou a favor – e o plenário julgar, cada deputado de forma independente deve tomar sua decisão”, destacou.

Sobre o ritmo na Câmara dos Deputados após mais uma denúncia contra o presidente, Rodrigo Maia comentou que será um momento difícil, mas que é preciso ter muita tranquilidade. “O nosso papel é garantir o equilíbrio e a paz no Brasil para que o Poder Legislativo cumpra o seu papel com toda tranquilidade, sem nenhuma pressão, respeitando o regimento, respeitando a defesa do presidente Michel Temer. E que a gente possa estar dentro do regimento, dentro do prazo que a defesa tem, que o relator terá na CCJ, para que a gente possa encerrar essa segunda denúncia dentro desse prazo e para que a Câmara possa voltar a ter uma agenda de reforma no Brasil”, afirmou.

A segunda denúncia contra o Michel Temer foi divulgada nesta tarde. Desta vez é pelos crimes de obstrução à Justiça e organização criminosa. Além do presidente, outras oito pessoas são alvos da mesma denúncia (dois ministros, dois ex-ministros, dois ex-deputados, um empresário e um executivo). De acordo com o procurador Rodrigo Janot, os políticos denunciados arrecadaram mais de R$ 587 milhões em propina.

O empresário Joesley Batista, um dos donos do grupo J&F, e o executivo Ricardo Saud, ambos delatores da Operação Lava Jato, estão entre os denunciados, mas somente pelo crime de obstrução de Justiça.

Eles tinham a garantia de que não seriam denunciados nem presos, mas Janot entendeu que houve descumprimento dos termos do acordo de delação premiada. Na última sexta, ao expedir mandado de prisão de Joesley, o ministro Edson Fachin, do STF, suspendeu os efeitos do acordo. Agora, o procurador-geral decidiu rescindir o compromisso.

O STF somente poderá analisar a denúncia contra Temer se a Câmara autorizar. Em agosto, a Câmara rejeitou a primeira denúncia de Janot contra Temer, por corrupção passiva.

Em Uberaba, o presidente da Câmara dos Deputados se reuniu com lideranças de entidades classistas e empresários da cidade e região na sede da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba (Aciu).

Já em Araxá, Rodrigo Maia participou da abertura do 1º Seminário Legislativo do Triângulo e Alto Paranaíba. O evento conta com a presença de presidentes de Câmaras de várias cidades do estado.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here