EUA aprovam pela primeira vez pílula digital rastreável 

0

O FDA, órgão norte-americano equivalente à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), aprovou pela primeira vez nos Estados Unidos uma pílula digital rastreável. Trata-se de um sensor acoplado ao medicamento aripiprazol, um antipsicótico já usado para o tratamento de distúrbios mentais, como esquizofrenia, depressão e transtorno bipolar.

O sistema avisa quando o medicamento foi tomado e a empresa alega que ele pode ser útil para manter a adesão desses pacientes ao tratamento — uma vez que alguns, pela desordem mental, podem ter dificuldades para manter a terapia durante um longo período de tempo.

Não foram apresentados, no entanto, segundo o FDA, estudos mostrando que a tecnologia aumenta a adesão à terapia — embora o órgão tenha aprovado a tecnologia pelo seu potencial.

“O FDA apoia o desenvolvimento e o uso de novas tecnologias e está comprometido a trabalhar com empresas ara entender como essa tecnologia pode beneficiar pacientes e médicos.”

O FDA alerta, no entanto, que o medicamento não deve ser usado para rastrear a ingestão de drogas em tempo real porque pode haver um atraso na disponibilidade da informação.

Pelo mesmo motivo, a tecnologia não deve ser usada para rastreamento em situações de emergência ou em outras situações em que as informações precisam estar disponíveis rapidamente.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here