EUA e Coreia do Sul iniciam manobras aéreas

0
Um caça F-15 da Força Aérea dos Estados Unidos voa sobre uma base aérea sul-coreana em Gwangju (Foto: YONHAP / via AFP Photo)Um caça F-15 da Força Aérea dos Estados Unidos voa sobre uma base aérea sul-coreana em Gwangju (Foto: YONHAP / via AFP Photo)

Um caça F-15 da Força Aérea dos Estados Unidos voa sobre uma base aérea sul-coreana em Gwangju (Foto: YONHAP / via AFP Photo)

Coreia do Sul e Estados Unidos iniciaram nesta segunda-feira (4) manobras aéreas em grande escala, depois que o regime norte-coreano de Kim Jong-un lançou na semana passada um novo míssil intercontinental.

As manobras, chamadas de “Vigilant ACE”, “buscam melhorar a capacidade operacional combinada dos dois países tanto de dia como de noite e em qualquer condição meteorológica”, disse um porta-voz do Ministério da Defesa sul-coreano.

O Ministério não quis confirmar se se trata da maior manobra aéreas realizadas entre Washington e Seul. A imprensa local, por sua vez, informa que o treinamento no céu é o maior já feito pelos dois paises.

Nos exercícios, que terminam no dia 8 de dezembro, participam pela parte americana mais de 20 caças furtivos, como o F-22 e o F-35, e dois bombardeiros estratégicos B-1B.

Embora os exercícios tenham uma frequência bienal e já estavam planejados antes de a Coreia do Norte realizar na quarta-feira (29) passada o seu último teste de mísseis balísticos, é muito pouco habitual que o Pentágono faça um simulacro desta envergadura.

Durante as manobras, os aliados simulam ataques sobre falsas instalações nucleares sul-coreanas e plataformas autopropulsadas como as que o regime de Pyongyang usa para posicionar seus mísseis.

O regime norte-coreano já condenou com dureza através de um comunicado publicado pela agência estatal de notícias “KCNA” estes exercícios, aos quais costuma considerar como um teste para invadir o seu território.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here