Furacão Irma deixa mortos e causa destruição no Caribe

0

O furacão Irma, uma das tempestades mais fortes no Atlântico em um século, deixou um rastro de destruição em ilhas do Caribe antes de atravessar a República Dominicana em direção ao Haiti nesta quinta-feira (7). A Reuters fala em 11 mortos e milhares de desabrigados, mas os números são imprecisos por falta de informações.

A tempestade atingiu várias ilhas pequenas no nordeste do Caribe, incluindo Barbuda, St. Martin e as Ilhas Virgens Britânicas. Em seu caminho, arrancou árvores, derrubou casas e provocou chuvas fortes e ondas de até 12 metros de altura.

Meteorologistas descreveram o Irma como uma tempestade de categoria 5 “potencialmente catastrófica”, a maior classificação dos EUA para furacões, segundo a agência Reuters. O Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC, na sigla em inglês) informou que o fenômeno se move a uma velocidade de 24 km/h, segundo a BBC.

Relatos apontam que a área de Antígua e Barbuda foi uma das mais devastadas. A ilha mais setentrional, Barbuda, que abriga cerca de 1.700 pessoas, foi “totalmente demolida”, com 90% de todas as habitações afetadas, disse o primeiro-ministro Gaston Browne, de acordo com as transmissões de televisão na ilha citadas pela Reuters.

Browne afirmou que uma pessoa foi morta em Barbuda. Uma segunda fatalidade relacionada à tempestade, a de um surfista, foi relatada em Barbados e o governo francês disse que pelo menos duas pessoas morreram nos territórios das ilhas do Caribe de São Martinho e São Bartolomeu.

O Irma está no caminho para chegar à Flórida no domingo (10). Ele ruma para se tornar o segundo grande furacão a atingir território dos EUA em duas semanas. O furacão Harvey matou cerca de 60 pessoas e causou até US$ 180 bilhões em danos após atingir o Texas no final do mês passado.

A fenômeno provavelmente atingirá a Flórida como uma tempestade de categoria 4 muito poderosa, com tempestades e inundações, de acordo com o NHC.

O governador da Flórida, Rick Scott, disse que não estava claro se o Irma atingirá a costa leste ou oeste do Estado, mas recomendou os residentes a ficarem atentos com as ondas provocadas por ventos poderosos.

O presidente dos EUA, Donald Trump, está monitorando o progresso do Irma e aprovou a decretação de emergências no Estado, em Porto Rico e nas Ilhas Virgens Americanas, mobilizando recursos federais de assistência a desastres.

Cuba começou a evacuar alguns dos 51 mil turistas que visitaram a ilha, particularmente 36 mil pessoas em resorts da costa norte, a maioria canadenses.

Autoridades dominicanas ordenaram a retirada dos habitantes em cidades ao longo da costa do norte do Atlântico, já que a tempestade rumava para o porto e destino turístico de Porto Plata.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here