Gastos com pessoal deixam Macapá como a 2ª pior capital do país em gestão fiscal

0

Entre as capitais do país, Macapá ficou na penúltima posição em um levantamento que avaliou a gestão financeira e fiscal dos municípios brasileiros em 2016. Os números foram avaliados e o levantamento foi divulgado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan).

De acordo com o Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF), a capital do Amapá ficou com 0,4769 de média nos cinco quesitos, que dão nota final entre 0 e 1. Macapá teve avaliação crítica nas áreas “gastos com pessoal”, “receita própria” e investimentos”, ficando na 26º colocação entre as capitais e na 2132º posição entre todos os municípios brasileiros.

Ainda segundo a Firjan, a capital comprometeu no ano passado 73,7% da Receita Corrente Líquida (RCL) com pagamento de pessoal, ultrapassando os 60% permitidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Os destaques favoráveis para Macapá foram avaliações positivas nas áreas “liquidez” e “custo da dívida”.

A entidade analisou as contas de 2016 de 4.544 prefeituras, o equivalente a 81,6% das cidades do país. O levantamento tem como base os dados divulgados pelos próprios municípios para a Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Do Amapá, somente a capital e Vitória do Jari apresentaram números anteriores ao início da pesquisa, que começou em 3 de julho.

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o VC no G1 AP ou por Whatsapp, nos números (96) 99178-9663 e 99115-6081.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here