GM relata 13 acidentes com carros autônomos na Califórnia e diz que foram causados por terceiros

0

A General Motors relatou que seus carros autônomos – aqueles que dispensam motorista – que circulam em testes na Califórnia, nos Estados Unidos, se envolveram em 13 acidentes neste ano, 6 deles em setembro último.

Nenhum foi grave e, segundo a montadora, todos foram causados pela imprudência dos condutores de outros veículos. Ninguém se feriu nem houve danos importantes.

A Alphabet, dona do Google, informou 3 acidentes no ano com os carros autônomos da Waymo, a divisão da empresa que desenvolve essa tecnologia. Eles também foram colisões leves, de acordo com a empresa. A Uber relatou 1, em agosto.

A lei da Califórnia obriga que todos os acidentes sejam reportados, independente da gravidade. Veja, no site do governo do estado, os relatos dos casos envolvendo carros autônomos até a última segunda-feira (2).

Assim como outras localidades onde esses carros estão em testes em vias públicas, a Califórnia também obriga que exista uma pessoa dentro dos veículos capaz de tomar o controle em caso de emergência.

Nos casos dos carros da GM, a maior parte das batidas ocorreu quando os autônomos foram atingidos por outros carros enquanto frearam para parar em um semáforo ou diante de pedestres.

Em uma das situações, o motorista de uma picape estava falando ao celular quando atingiu a traseira do Chevrolet Bolt de teste, que tinha parado em um sinal vermelho. O relato diz que o condutor causou a colisão se desculpou.

Em outra ocorrência, o motorista que acompanha os testes dentro do carro autônomo percebeu que um “ciclista aparentemente bêbado” pedalava na contramão, na direção do Bolt, e parou o veículo. O ciclista colidiu com o para-choque do carro e caiu. Ainda segundo o relato, ele se levantou e bateu a roda da bicicleta contra o lado do passageiro do carro e quebrou um sensor.

Entre casos que envolveram um carro da empresa que é dona do Google, um deles foi de um veículo à frente que desviou subitamente de um objeto na via. O engenheiro que acompanhava o teste do Waymo assumiu o volante e o carro atingiu uma van na faixa do lado, de raspão.

No acidente do Uber, o Volvo XC60 que a empresa utiliza como autônomo foi atingido por um Toyota Tacoma enquanto estava parado, aguardando a travessia de pedestres. O relato diz que não houve feridos, mas que o motorista que acompanha o carro da Uber disse sentir dores na mão.

Ao todo, o departamento de segurança viária da Califórnia registrou 42 acidentes envolvendo veículos autônomos desde 2014.

Ainda nenhum carro 100% autônomo foi lançado.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here