Kate Millett, ativista feminista e autora de 'Política Sexual', morre aos 82 

0

A escritora e ativista americana Kate Millett morreu nesta quarta-feira (6) em Paris, aos 82 anos, de acordo com a agência de notícias Associated Press. Seu livro “Política Sexual”, de 1970, é considerado uma “bíblia” para a libertação das mulheres.

Ela teve um ataque cardíaco em uma viagem a Paris para celebrar o aniversário da esposa, a fotógrafa Sophie Keir, de acordo com a BBC.

Kate foi uma militante do feminismo e lutou por causas como o direito ao aborto e os direitos das mulheres no Irã.

A obra Política Sexual (Sexual Politics, no nome original) faz um panorama histórico de séculos de exclusão das mulheres do ponto de vista legal, político e cultural. A obra fala das visões machistas da mitologia grega, da Bíblia e de teorias como a do psicanalista Sigmund Freud, de que a mulher tem “inveja do pênis”. A obra, no entanto, expressa a esperança no empoderamento feminino e na libertação das mulheres.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here