Laudo confirma que jovem morta após carona marcada por WhatsApp foi estrangulada por corda

0
Kelly saiu de São José do Rio Preto (SP) para encontrar com namorado em MG (Foto: Reprodução/TV TEM)Kelly saiu de São José do Rio Preto (SP) para encontrar com namorado em MG (Foto: Reprodução/TV TEM)

Kelly saiu de São José do Rio Preto (SP) para encontrar com namorado em MG (Foto: Reprodução/TV TEM)

Jonathan confessou que roubou e matou Kelly Cadamuro (Foto: Samir Alouan/Rádio 97 FM/Pontal Online)Jonathan confessou que roubou e matou Kelly Cadamuro (Foto: Samir Alouan/Rádio 97 FM/Pontal Online)

Jonathan confessou que roubou e matou Kelly Cadamuro (Foto: Samir Alouan/Rádio 97 FM/Pontal Online)

Jonathan Pereira do Prado, de 33 anos, está detido no Presídio de Frutal, onde chegou a ser agredido por outros presidiários. Segundo a Polícia Civil, no dia da prisão, ele confessou ter matado e roubado a jovem. Nesta quinta-feira, o suspeito voltou a ser ouvido pelo delegado Bruno Giovanini para esclarecer se outras pessoas sabiam da intenção que tinha de roubar um carro.

“Estamos concluindo as investigações e fazendo perícias no telefone do investigado Jonathan. Ele conta que a intenção era roubar um carro e então queremos saber qual seria o destino final do veículo- quem receberia, se o veículo seria desmontado e quais pessoas sabiam que ele ia cometer o crime”, explicou.

A reconstituição do crime foi realizada nesta quarta-feira (8). Na ocasião, o homem investigado por latrocínio contou com detalhes como assassinou a radiologista. No entanto, ele nega ter abusado sexualmente da vítima. Prado aceitou participar da reconstituição sob a condição de usar um capuz para tampar o rosto. O inquérito deve ser encerrado até a tarde desta sexta-feira (9).

Em reconstituição, Jonathan Pereira do Prado, de 33 anos, contou detalhes de crime cometido em Frutal (Foto: Fernanda Montalvão/ Rádio 97 Fm)Em reconstituição, Jonathan Pereira do Prado, de 33 anos, contou detalhes de crime cometido em Frutal (Foto: Fernanda Montalvão/ Rádio 97 Fm)

Em reconstituição, Jonathan Pereira do Prado, de 33 anos, contou detalhes de crime cometido em Frutal (Foto: Fernanda Montalvão/ Rádio 97 Fm)

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here