Levantamento aponta irregularidades em conjunto habitacional do 'Minha Casa Minha Vida' em Divinópolis 

0

Levantamento feito pela Prefeitura de Divinópolis nos conjuntos habitacionais do programa “Minha Casa, Minha Vida” identificou que das 311 residências do conjunto Elizabeth Nogueira, 148 apresentaram suspeitas de irregularidade. Os dados serão encaminhados para a Caixa Econômica Federal.

Em entrevista ao G1, a diretora de habitação Liliane Rios Guimarães disse que em 34 moradias foram constadas famílias vivendo de forma irregular. Em outros 114 imóveis não foram localizados moradores em nenhum dos três períodos escolhidos para as visitas. O levantamento apontou, também, que 163 famílias estão nos parâmetros considerados regular pelo programa.

O levantamento é regido pelas Portarias do Ministério das Cidades número 325/2011, 518/2013 e 021/2014 e determina que o município informe à Caixa Econômica Federal se os beneficiários estão cumprindo as cláusulas contratuais. Em Divinópolis, a Prefeitura já realizou o levantamento no residencial Lago das Roseiras no inicio deste ano.

“Nosso papel é fazer o levantamento e encaminhar para a Caixa, porque é ela a proprietária do imóvel e que financia para o mutuário. Ela recebe o ateste, que é esse documento feito pelo meu fiscal, e com isso ela move ação judicial contra as pessoas irregulares”, acrescenta Guimarães.

Ela destacou, ainda, que por se tratar de um programa federal, o andamento é também acompanhado pela Polícia Federal (PF). “Inclusive devo encaminhar esse levantamento por ofício essa semana”, afirma.

O G1 entrou em contato com a Caixa Econômica Federal, mas até o fechamento desta reportagem não obtivemos retorno.

Atualmente o levantamento está sendo feito no conjunto habitacional Jardim Copacabana.

Guimarães explica que o levantamento prevê que as visitas sejam feita em três tentativas em dias e horários alternados. “Terminamos na última quarta-feira a primeira etapa das visitas ao Copacana, que ocorreram no período da manhã. Nestas próximas semanas os fiscais voltam ao conjunto a tarde e, por fim, as visitas são feitas aos sábados”, destaca.

A previsão de termino dos trabalhos é até o fim deste mês. Guimarães disse que já foram identificadas algumas irregularidades que serão divulgadas com detalhes no levantamento .

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here