Líder religioso acusado de dopar e abusar sexualmente de jovens no CE é condenado a 10 anos de reclusão

0

A advogada Ana Lígia Peixe, que representa a defesa do acusado, afirmou que “ele é inocente e que não tem provas nos autos que comprove (o crime)”. Ana Lígia acrescentou que vai recorrer da decisão.

O líder religioso foi preso no dia 8 de março deste ano por suspeita de abusar sexualmente de jovens que frequentavam sua comunidade católica, localizada no Bairro Meireles. À época, o delegado Dionísio Amaral, que investigou o caso, disse que as vítimas relataram que dormiam frequentemente na residência do religioso e da mulher. Em algumas noites, o suspeito ministrava medicamentos para dopar as jovens. Enquanto estavam dopadas, as vítimas eram molestadas pelo homem, segundo apontou a investigação.

A condenação por tentativa de estupro é referente a um processo de uma vítima adolescente que dormiu na casa de Paulo Amorim. Existem ainda outros dois processos tramitando na Justiça: um deles é relativo a uma menor de idade e o outro, por um grupo de cerca de nove vítimas.

A defesa de Paulo Amorim informou que não vai aprofundar sobre a condenação porque o processo tramita em segredo de justiça.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here