Maranhão passa de 18 mil queimadas em 2017 e tem pior índice em 6 anos

0

O Maranhão teve mais de 18 mil focos de queimadas registrados até o último dia 17 de setembro de 2017, segundo divulgou o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. O número de incêndios florestais representa um aumento de 76% se comparado aos focos registrados no ano anterior.

Destes incêndios, mais de 10 mil foram registrados no intervalo de 1º ao dia 17 do mês de setembro, deste ano. Este é considerado o maior já registrado nos últimos seis anos – o que mantém o Maranhão como o terceiro estado brasileiro com maior número de queimadas, atrás apenas do Pará e Mato Grosso.

Imagens mostradas pela TV Mirante mostram a destruição causada pelo fogo na terra indígena Arariboia, em Amarante. A cortina de fumaça alta demonstra que as chamas estão longe de serem contidas.

Além da reserva do Arariboia, outras três reservas estão com focos de incêndio como, por exemplo, Caru, Porquinhos e Bacurizinho. Equipes do Prevfogo do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) estão com 110 homens trabalhando nesses locais para apagar os focos.

Há cinco dias o fogo se alastra pelas matas em Barra do Corda. Homens tentam debelar as labaredas de fogo com máquinas, isolando a área já destruída pelo incêndio.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here