Mulher registra em vídeo caso de maus-tratos contra cachorro em MS

Uma moradora do bairro Jardim Veraneio, em Campo Grande (MS), flagrou um suposto caso de maus-tratos contra um cão. No vídeo, ela coloca água para o animal em um pote e enquanto o cachorro bebe, a água vai mudando de cor devido ao sangue, que de acordo com a moradora, aparenta ter sido provocado por uma lesão no nariz.

(Foto: Reprodução / Pixabay / Imagem Ilustrativa)

“Enquanto eu colocava água para ele, o nariz não parava de sangrar e o animal está sem pelos nas costas e na cauda, é uma judiação.” A moradora acionou a Decat (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista) e informou sobre o caso. “A polícia já está ciente da ocorrência e espero que sejam tomadas as providências. ”

O delegado titular da Decat, Marco Antônio Balsanini, recebeu o vídeo e o caso será apurado com urgência. “Vamos apurar esse caso o mais rápido possível. Estamos registrando a ocorrência e vamos emitir uma ordem de serviço para a equipe policial. ”

Segundo Balsanini, se for constatado o caso de maus-tratos, o tutor pode responder pelo crime do art. 32, da lei de crimes ambientais e a pena varia de 3 meses a 1 ano de detenção, além de multa judicial.

Ainda conforme o delegado, um fator que atrasa o trabalho da polícia para a apuração, é a falta do registro de ocorrência. “As pessoas ligam, reclamam, denunciam, mas não registram o boletim de ocorrência. Precisamos de uma ordem de serviço para comparecer ao local. Sem o boletim de ocorrência não temos uma testemunha e dificulta um pouco o nosso trabalho, mas a Decat apura todas as ocorrências”.

A Decat disponibiliza o e-mail: decat@pc.ms.gov.br para denúncias.

Fonte: Mídia Max


Fonte: R7