No AP, empresário condenado em ação que prendeu Moisés e Edinho vai para prisão domiciliar

0

Bitencourt foi condenado em 2016 na mesma ação que determinou as prisões do deputado estadual Moisés Souza e do ex-deputado Edinho Duarte. O empresário cumpria pena no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) e a defesa pediu a mudança de regime após apresentar laudos de que ele é portador de doença cardíaca e hipertensão arterial.

A prisão domiciliar foi concedida no domingo (5) pelo desembargador Manoel Brito. Com o benefício, Bitencourt não poderá deixar a residência, nem ter acesso à internet e celulares, além de ser impedido de receber visitas de parentes acima de 3º grau.

A única saída permitida será para a realização de exames médicos. “O paciente apresenta taquicardia paroxística noturna, com diagnóstico de arritmia supraventricular associado a um quadro de hipertensão arterial estágio 2, solicitando de cuidados médicos especiais para evitar mal maior”, diz trecho da decisão judicial.

Foram condenados e presos ainda no mesmo processo o ex-servidor da Alap, Edmundo Tork, além da esposa e sócia de Marcel, a empresária Marcela Bitencourt. Ela também cumpre regime domiciliar após alegar que é a única responsável legal pelo filho menor de idade.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here