Opera: atualização do navegador de internet oferece recurso nativo que impede que o PC seja 'sequestrado' para a mineração de criptomoedas

0

Com a enorme valorização das criptomoedas, muitos desenvolvedores estão adicionando códigos maliciosos nos seus sites para que o computador dos seus visitantes seja utilizado para minerar criptomoedas. Essa prática é reprovável, pois é realizada sem a permissão do internauta e faz com que o processador do computador seja sobrecarregado em benefício do autor da página –  a mineração de criptomoedas pode comprometer drasticamente o desempenho do PC, além de reduzir a autonomia da bateria nos equipamentos portáteis. Existem complementos que podem ser instalados nos principais navegadores e que impedem a execução de códigos embutidos nas páginas. Mas agora também é possível contar uma solução nativa oferecida por um dos navegadores de internet mais completos, o Opera Browser. 

 

Como funciona

 

O instalador do Opera está disponível para download nesse site (aqui) para Windows, GNU/Linux e Mac OS X. Depois de instalado basta executá-lo; durante a navegação o mecanismo de bloqueio atua automaticamente quando o alguma página tentar utilizar o processamento do computador para a mineração de criptomoedas. A versão 50 do Opera Browser agora conta com o suporte a exibição de conteúdo no Google Chromecast e um player nativo para os óculos de VR.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Imagens: Divulgação/Opera e Reprodução/G1

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here