Piscinas de escolas públicas acumulam lixo e estão abandonadas há um ano, no AP

0

Sujas e abandonadas. Essa é a situação das piscinas das escolas estaduais Vidal de Negreiros e Igarapé da Fortaleza, localizadas nos municípios de Amapá e Santana, respectivamente. Há pelo menos um ano elas não são utilizadas pelos alunos por falta de manutenção. Os relatos foram enviados através do aplicativo Tô na Rede, da Rede Amazônica.

A Secretaria de Estado da Educação (Seed) destacou que cada instituição tem o dever de realizar a limpeza com recursos destinados aos reparos em geral, mas adiantou que vai adotar uma medida para evitar novos episódios.

A Seed anunciou ainda o repasse de R$ 1,4 mil por mês para que cada instituição de ensino que tenha piscina, faça a manutenção e promova atividades físicas, especialmente as aulas de natação.

Para a autônoma Michele Oliveira, de 35 anos, enquanto o problema não é resolvido, os estudantes correm risco de adquirir doenças. Ela é mãe da adolescente Thamillis Gabriele Oliveira, de 14 anos, que estuda na escola Estadual Vidal de Negreiros.

“Desde o início do ano, os estudantes da escola da minha filha não estão usando a piscina. Falta limpeza. Pelo jeito que está, acumula lixo e tudo o que não presta. Os riscos de doenças são grandes também, já que a água é suja e está parada, sem ser trocada”, comentou.

Tanto Michele, quanto uma moradora do município de Santana, que fez a mesma reclamação e preferiu não se identificar, enviaram os registros através do Tô Na Rede.

A previsão do retorno das atividades de natação é que seja para 2018, segundo a Seed. Nove escolas possuem piscina em todo o Amapá. O governo não informou a situação dessas estruturas nas outras sete escolas.

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o VC no G1 AP ou por Whatsapp, nos números (96) 99178-9663 e 99115-6081.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here