retratofaladobebe

Polícia Civil divulga retrato falado de suspeitos de raptar bebê

Maria Auxiliadora, mãe da criança de dois meses de idade que teria sido raptada quando era levada pela mãe em Porto Velho, fez um retrato falado dos suspeitos que raptaram o bebê. O retrato foi divulgado nesta quinta-feira (21) pela Polícia Civil.

De acordo com o delegado geral da Polícia Civil, Pedro Mancebo, a equipe que investiga o caso considera a possibilidade de um sequestro. “A mãe foi agredida, e pelo nível das agressões, achamos muito difícil que ela tenha forjado um sequestro. Ela tem muita segurança no que diz e fez o retrato falado das pessoas”, afirmou.

Mãe é agredida com marreta e tem bebê de dois meses raptada em RO (Foto: TV Rondônia/Reprodução)

De acordo com a mãe, que também foi vítima do sequestro, três pessoas a avbordaram quando ela ia para vacinar a filha em um posto de saúde no Bairro Mariana, Zona Leste da capital. O bebê continua desaparecido. Quem tiver informações dos três suspeitos podem entrar em contato com a polícia, nos telefones 0800-647-1400 e 8482-4825.

Ao cometer o crime, os suspeitos teriam utilizado uma marreta para golpear a cabeça da mãe, que ficou internada por dois dias no Hospital João Paulo II, de onde teve alta no domingo (16). O suposto rapto de Ana Beatriz aconteceu na última no dia 14 de novembro, por volta das 16h.

Maria conta que caminhava pela Rua Barão Amazonas, quando foi abordada por duas mulheres e um homem que estavam em um carro branco com vidros fumês e ofereceram carona. A mãe diz que recusou a oferta, mas uma das suspeitas insistiu e ordenou que ela entrasse no carro com a criança no colo. O veículo seguiu em direção ao Bairro Renascer, na Zona Leste da capital.

O caso foi registrado no 8º DP de Porto Velho, que investiga o suposto rapto. Maria disse que não conhece nenhum dos participantes do crime. “Não vamos ficar parados, vamos espalhar cartazes pelas ruas, quero trazer minha filha de volta pra casa”, disse Maria Auxiliadora.

Fonte: G1

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *