Polícia de Nova York diz ter reunido evidência para possível mandado de prisão de Harvey Weinstein

0

O Departamento de Polícia da Nova York disse nesta sexta-feira (3) que obteve uma narrativa crível de uma acusação de estupro contra o produtor de Hollywood Harvey Weinstein, e estava reunindo provas para um possível mandado de prisão.

O vice-chefe de Detetives do Departamento de Polícia de Nova York, Robert Boyce, disse a jornalistas que a suposta vítima “apresentou uma narrativa crível e detalhada”. “Nós temos um caso real”, afirmou Boyce. Ele disse que o Departamento de Polícia soube da acusação em 25 de outubro.

Boyce afirmou tratar-se um caso de sete anos e destacou ser necessário “avançar juntando provas”. Ele disse ainda que o Departamento de Polícia precisará de um mandado para efetuar qualquer prisão porque Weinstein está fora do Estado.

Procurados, o representante de Weinstein e seu advogado não responderam imediatamente aos pedidos de comentários da Reuters.

Atriz acusou produtor de estupro

À revista ‘Vanity Fair’, a atriz Paz de la Huerta declarou que o produtor a assediou em duas ocasiões diferentes. Segundo a revista, foi ela quem depôs à polícia de Nova York.

Conhecida pela série “Boardwalk Empire”, ela declarou que foi estuprada pelo produtor. Segundo ela, eles se conheceram quando ela tinha 14 anos, mas só voltaram a se encontrar em 2010, quando Huerta já tinha 26. Harvey ofereceu uma carona durante um evento em Manhattan, em Nova York, e insistiu que eles tomassem alguns drinques no apartamento dela.

“As coisas ficaram muito desconfortáveis muito rápido”, disse ela para a revista. “Assim que entramos na minha casa, ele começou a me beijar e eu empurrei ele. Então ele me empurrou na cama e estava sem as calças e levantou a minha saia… Eu senti medo. Não foi consensual. Aconteceu muito rápido… Ele se colocou dentro de mim. Quando ele terminou, disse que ia me ligar. Eu fiquei na cama em choque.”

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here