Polícia do AP encontra bebê de dois meses abandonada em ‘cracolândia’ de Santana

0

Durante operação da Polícia Militar no combate à violência, uma bebê de dois meses foi encontrada abandonada num ponto de consumo de drogas, conhecido pela PM como “cracolândia”. O caso aconteceu na noite de sexta-feira (22). O local é na baixada do Ambrósio, área portuária do município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá.

A criança foi resgatada pelos militares e está sob a responsabilidade do Conselho Tutelar. Na manhã deste sábado (23), a menina foi encaminhada para a Casa da Hospitalidade, abrigo que recebe bebês, idosos e deficientes. Por telefone, a conselheira tutelar Ana Lúcia informou que a menina encontra-se em estado de “vulnerabilidade”.

O comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope), coronel Paulo Matias, explicou que equipes da PM foram até a baixada do Ambrósio em busca de pessoas envolvidas com tráfico. Ao perceberem a chegada dos militares, usuários de drogas fugiram do local. A bebê estava em uma casa que é utilizada como “boca de fumo”, disse o comandante.

“No meio de vários usuários de drogas, ninguém assumiu a responsabilidade da criança. Não foram identificados os pais dela. Todo mundo da região sabe que aquele local é usado tanto para tráfico, como para consumo de crack. A menina estava entre os dependentes químicos”, ressaltou.

Ainda segundo o coronel Matias, a operação que segue até o domingo (24) visa combater o alto índice ocorrências de violência em Santana, onde somente no mês de setembro, foram registradas oito mortes num intervalo de dez dias.

Para ele, a primeira etapa foi satisfatória, já que nenhuma outra grave ocorrência foi registrada. Ninguém foi preso até esta publicação.

Além do Bope, o trabalho intensivo conta com o Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado (BRPM) e o 4º Batalhão da Polícia MIlitar. Não foi informado o número de envolvidos na operação.

“O objetivo da operação é reforçar o policiamento ostensivo e preventivo da Polícia Militar em Santana, que tem registrado diariamente ocorrências, sendo grande parte delas homicídios com característica de execução. A criminalidade tem assolado o município”, finalizou Matias.

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o VC no G1 AP ou por Whatsapp, nos números (96) 99178-9663 e 99115-6081.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here