Prédio anexo de Universidade do Amapá está em condições precárias, aponta MP

0
Problemas foram identificados pelo MP durante inspeção (Foto: Divulgação MP-AP)Problemas foram identificados pelo MP durante inspeção (Foto: Divulgação MP-AP)

Problemas foram identificados pelo MP durante inspeção (Foto: Divulgação MP-AP)

Problemas na instalação elétrica, nos banheiros, além de espaços inadequados e insuficientes comprometem as aulas no prédio anexo da Universidade Estadual do Amapá (Ueap). As falhas foram identificadas pelo Ministério Público do Estado (MPE) durante inspeção no local, que funciona nas dependências no Centro de Educação Profissional Graziela Reis de Souza, no Centro de Macapá.

Em nota, a administração da Ueap comunicou que está providenciando correção das falhas indicadas pelo MP-AP, destacando soluções para o acesso à internet, construção da biblioteca e melhorias na iluminação.

Prédio está sem internet e não há salas para atividades de pesquisa e extensão (Foto: Divulgação/MP-AP)Prédio está sem internet e não há salas para atividades de pesquisa e extensão (Foto: Divulgação/MP-AP)

Prédio está sem internet e não há salas para atividades de pesquisa e extensão (Foto: Divulgação/MP-AP)

Para o MPE, a estrutura é inadequada para o funcionamento de uma universidade. A inspeção constatou que não há salas específicas para as atividades de pesquisa e extensão, além de que os alunos não têm acesso à internet e nem há biblioteca.

Os professores também informaram que não recebem pincéis e apagadores fornecidos pela instituição. Atualmente, no local acontecem as aulas dos cursos de música, pedagogia, filosofia, designer e letras.

Banheiros tem problemas e são insuficientes, informou o MP (Foto: Divulgação/MP-AP)Banheiros tem problemas e são insuficientes, informou o MP (Foto: Divulgação/MP-AP)

Banheiros tem problemas e são insuficientes, informou o MP (Foto: Divulgação/MP-AP)

A inspeção feita pelo MPE aconteceu no dia 14 de setembro, motivada por denúncias. O promotor de Justiça de Defesa da Educação e do Núcleo de Apoio Técnico-Administrativo (NATA), Roberto Álvares, informou que fará uma audiência para discutir a situação com estudantes e gestores da universidade.

“O foco central da visita foi acerca da adequação da estrutura física do prédio para funcionamento dos cursos sediados no Campus Graziela. As demais questões serão abordadas, posteriormente, em audiência com os diferentes seguimentos da comunidade acadêmica e representantes do poder público”, disse Álvares.

Em fevereiro, parte do telhado de uma das salas do prédio desabou (Foto: Jéssica Alves/G1)Em fevereiro, parte do telhado de uma das salas do prédio desabou (Foto: Jéssica Alves/G1)

Em fevereiro, parte do telhado de uma das salas do prédio desabou (Foto: Jéssica Alves/G1)

A Ueap informou que existe uma emenda parlamentar destinada à estruturação de uma biblioteca, mas que a liberação depende do Governo Federal. Também há um processo de aquisição de livros em andamento, segundo a nota.

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o VC no G1 AP ou por Whatsapp, nos números (96) 99178-9663 e 99115-6081.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here