Prova de seleção para escolas de Aprendizes-Marinheiros terá polo no AP

0

A Marinha divulgou o edital do processo seletivo para 1 mil vagas de aprendizes-marinheiros em todo o Brasil. Santana, distante a 17 quilômetros de Macapá, será uma das sedes da prova objetiva, que ainda não tem data para ser realizada. Após a aprovação, as aulas acontecerão nas escolas que ficam no Ceará, Pernambuco, Espírito Santo e Santa Catarina.

Podem se inscrever candidatos do sexo masculino, solteiros e que não tenham união estável. É necessário ter 18 anos completos e menos de 22 anos de idade em 1º de janeiro de 2019; ter concluído o ensino médio e altura mínima de 1,54 metro e máxima de 2 metros.

As inscrições poderão ser feitas até o dia 2 de março pelos sites www.ensino.mar.mil.br ou www.ingressonamarinha.mar.mil.br. A taxa custa R$ 40. O candidato deverá indicar a ordem de preferência de área profissional: eletroeletrônica, apoio ou mecânica.

O processo seletivo é constituído das seguintes etapas: prova escrita objetiva, verificação de dados biográficos, inspeção de saúde, teste de aptidão física, avaliação psicológica e verificação de documentos.

Para os candidatos que fizerem a prova escrita objetiva em Santana, deverão concluir o processo seletivo em outras sedes. A data da prova objetiva, que no Amapá, será feita na sede da Capitania dos Portos, ainda não foi divulgada. O início do Curso de Formação será em 21 de janeiro de 2019.

O Curso de Formação de Marinheiros será conduzido nas Escolas de Aprendizes-Marinheiros (EAM), sob regime de internato, e tem duração de um ano letivo, realizado em 48 semanas, no qual serão ministradas disciplinas do ensino básico e do ensino militar-naval.

Durante o curso, além de alimentação, uniforme, assistência médico-odontológica, psicológica, social e religiosa, o aprendiz-marinheiro receberá remuneração com valor não divulgado pela instituição.

A primeira fase do curso de formação é a formação militar-naval, como aprendiz-marinheiro, e a segunda, já como grumete, é destinada à especialização técnica.

Ao concluir o curso, o aluno assumirá compromisso de tempo de serviço por um período de 2 anos, contados a partir do dia seguinte do término do curso de formação.

Quando se formar, será promovido a marinheiro e passará a atender às necessidades de distribuição de pessoal da Marinha do Brasil, podendo ser designado para servir a bordo de navio ou organização militar, onde cumprirá o estágio inicial para avaliação do desempenho ao longo do primeiro ano de graduação.

Apenas os marinheiros aprovados no estágio inicial, considerados plenamente aptos à carreira naval, poderão permanecer no Serviço Ativo da Marinha.

Seleção para as escolas de aprendizes da Marinha

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here