Quase 700 carteiras de trabalho não foram retiradas em unidades do Superfácil no AP

0

Quase 700 Carteiras de Trabalho e Previdência Social (CTPS) que foram emitidas nas unidades da central de atendimentos rede SuperFácil no Amapá não foram retiradas pelos solicitantes. Segundo o órgão, há registros de documentos que foram expedidos entre os anos de 2002 e 2016 e continuam acumulados.

O documento é responsável por registrar toda atividade profissional de quem trabalha pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). A diretora geral da rede SuperFácil, Luzia Grunho ressalta que a não retirada da carteira gera transtornos para quem emitiu.

“Não gera somente dificuldades para nós como órgão, mas também para a própria pessoa que solicitou, pois ela não vai conseguir tirar outra carteira de trabalho já que o sistema vai apontar que o documento foi emitido. Assim o usuário pode não ter acesso a programas estaduais ou federais”, destacou.

Além das 680 carteiras de trabalho que ainda não foram retiradas, a instituição tem um espaço onde guarda documentos e objetos diversos que foram esquecidos no Superfácil. Entre eles, chaves de carros, carteiras de habilitação, identidade, certidão de nascimento e casamento.

“Muitas vezes os usuários vem retirar documentos mas acabam esquecendo outros aqui e não retornam para buscar. Isso gera um acúmulo de mais de 300 documentos diversos. Pedimos que as pessoas venham fazer essa busca nas redes SuperFácil”, disse a diretora.

Os usuários podem fazer a retirada dos documentos nas unidades do SuperFácil de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o VC no G1 AP ou por Whatsapp, nos números (96) 99178-9663 e 99115-6081.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here