Queda de grade em jogo de futebol na França deixa 29 feridos, cinco em estado grave

0
Policiais e funcionários do estádio socorrem feridos após acidente no estádio Licorne, em Amiens, na França, no sábado (30) (Foto: François Lo Presti/AFP)Policiais e funcionários do estádio socorrem feridos após acidente no estádio Licorne, em Amiens, na França, no sábado (30) (Foto: François Lo Presti/AFP)

Policiais e funcionários do estádio socorrem feridos após acidente no estádio Licorne, em Amiens, na França, no sábado (30) (Foto: François Lo Presti/AFP)

A queda de uma grade na tribuna do time visitante neste sábado (30) em jogo da Liga 1 no estádio La Licorne deixou 29 feridos, cinco deles em estado grave, segundo o mais recente balanço de fontes hospitalares.

Durante o jogo da 10ª rodada da Liga 1 francesa, quando Fodé Ballo-Touré se dirigia para a arquibancada do Lille para comemorar o gol recém-marcado, os torcedores avançaram sobre a barreira que separava a tribuna lateral do gramado.

Dezenas caíram e foram esmagados por seus companheiros, após uma queda de aproximadamente 1,5 metro, segundo um jornalista da AFP no local.

O jogo foi interrompido aos 16 minutos pelo árbitro Thomas Leonard e não foi retomado, anunciou um encarregado da Liga de Futebol Profissional no Bein Sports.

Os jornalistas do Bein Sports no local, que estavam na beira do gramado, contaram que os torcedores feridos foram afetados “nas pernas e na caixa torácica”.

O ministro do Interior, Gérard Collomb, anunciou pelo Twitter a ativação de um ‘plano NOVI’, ou seja, “um plano de emergência para socorrer um número importante de vítimas em um mesmo lugar” e que “mobiliza todos os atores da rede de emergências”, segundo informação do ministério.

Cenas de confusão foram vistas no estádio, com membros da Cruz Vermelha e bombeiros prestando os primeiros socorros aos feridos em frente da tropa de choque no gramado. Outros torcedores foram retirados do local.

Em um primeiro balanço, os bombeiros constataram 18 feridos, três com gravidade, o que a Prefeitura revisou para 26 e 4, respectivamente, embora tenha informado que “a evacuação dos feridos leves ainda não acabou”.

Finalmente, o Hospital de Amiens informou à AFP sobre 29 feridos, cinco em estado grave.

Cânticos contra o Amiens também foram ouvidos na zona da torcida do Lille, enquanto os locais responderam com vaias.

Funcionários observam barreira destruída após em acidente no estádio Licorne, em Amiens, na França, no sábado (30) (Foto: François Lo Presti/AFP)Funcionários observam barreira destruída após em acidente no estádio Licorne, em Amiens, na França, no sábado (30) (Foto: François Lo Presti/AFP)

Funcionários observam barreira destruída após em acidente no estádio Licorne, em Amiens, na França, no sábado (30) (Foto: François Lo Presti/AFP)

O Estádio La Licorne, do Amiens, está em processo de renovação. A tribuna lateral, que está em frente à arquibancada do acidente, está fechada devido a obras.

O Amiens disputa a Liga 1 pela primeira vez em sua história e por este motivo estão previstos trabalhos de reforma durante toda a temporada em seu estádio, com capacidade para 12 mil torcedores e inaugurado em 1999.

Uma auditoria feita em 2016 revelou “graves perigos” no estádio por falta de manutenção de parte das autoridades municipais (o local é de propriedade pública), sobretudo na cobertura, já que o estádio está praticamente coberto por placas de vidro.

Um dos trabalhos que vinham sendo feitos era o de substituição destas placas (umas duas mil por arquibancada) por outras de plástico rígido, menos perigosas.

O presidente do Amiens, Bernard Joannin, refutou qualquer polêmica sobre as condições da grade.

“Não há problema com a grade. Os serviços da polícia nos tinham prevenido que 200 membros de torcida organizada muito irritados que estavam na parte reservada ao Lille. Lançaram-se de forma desordenada, mais de 500 pessoas, nesta grade, que estava em perfeito estado”, destacou Joannin.

“O que ocorreu não tem estritamente nenhuma relação com os trabalhos no estádio”, assegurou Alain Gest, deputado do partido Os Republicanos e presidente do Amiens Métropole, proprietário do estádio.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here