Tiros são disparados durante perseguição policial em Cacoal, RO

0

Os policiais militares de Cacoal (RO), município a 480 quilômetros de Porto Velho, precisaram efetuar 12 disparos de munição menos letal e calibre .40, contra dois infratores. Os disparos foram feitos na madrugada de domingo (26) durante um acompanhamento policial, após terem roubado a motocicleta de um homem de 50 anos. Para cometer o crime, os suspeitos agrediram a vítima com uma coronhada na cabeça. Nenhum dos suspeitos foi preso até o momento, porém, um deles foi ferido.

Aos policiais, a vítima contou que ao retornar para a casa, no Bairro São Marcos por volta das 2h30, dois homens que estavam a pé pularam em frente a motocicleta que pilotava, obrigando que parasse o veículo. O suspeito que estava armado anunciou o assalto e fez com que a vítima entregasse a motocicleta, uma porta-cédulas contendo documentos e dinheiro e o capacete, mas antes de saírem com o veículo, atingiram a vítima com uma coronhada na cabeça, e fugiram em seguida.

Ainda durante a madrugada, enquanto faziam patrulhamento pela Avenida Belo Horizonte, os policiais visualizaram dois elementos em uma motocicleta que apresentava as características do veículo roubado horas antes. Ao perceberem que seriam abordados pela polícia, os suspeitos fugiram em alta velocidade, desrespeitando os cruzamentos.

Os policiais relataram no boletim de ocorrência, que durante a perseguição, o garupa da motocicleta por várias vezes colocava as mãos na cintura e tentava sacar algo, que aparentava ser uma arma de fogo. Para evitar um eventual disparo contra a equipe policial, foram efetuados seis disparos de munição menos letal, que atingiram o garupa da moto.

Através da placa, os policias confirmaram que o veículo utilizado pelos suspeitos era a moto roubada. Dando continuidade a perseguição, já na Avenida Sete de Setembro, os suspeitos sofreram uma queda e para fugir, pularam no Rio Pirarara. Com isso, os policiais não conseguiram dar continuidade as buscas dentro do rio, já que estava cheio devido as chuvas recentes.

No entanto, os policiais continuaram a procura nas margens do rio e minutos depois, um dos suspeitos saiu e foi surpreendido por um dos soldados. Ao perceber que o infrator segurava algo nas mãos, aparentemente uma arma de fogo.

Para tentar protger a equipe, o policial efetuou dois disparos de calibre .40 em sinal de advertência e ordenou que o homem parasse, o que não foi respeitado, continuando com a fuga.

Na margem oposta do rio, o outro suspeito também apareceu e se deparou com o soldado, que ordenou que deitasse no chão. O suspeito que estava segurando o objeto suspeito não acatou a ordem e foi para cima do policial, que foi obrigado a efetuar quatro disparos de calibre .40. O suspeito novamente fugiu para dentro do rio, sendo impossível continuar as buscas.

Fonte: G1 / RO

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here