'Varredura' nos presídios Ênio Pinheiro e Pandinha apreende 13 celulares e objetos cortantes

0

Treze aparelhos celulares e mais de 500 objetos cortantes e perfurantes foram apreendidos, nesta segunda-feira (11), durante uma varredura feita pelo Exército nos presídios Ênio Pinheiro e Pandinha, em Porto Velho.

A operação, que acontece pela 3ª vez em Porto Velho, segundo o General de Brigada José Eduardo Leal de Oliveira, é autorizada pelo Governo Federal por meio do Decreto Presidencial de 17 de janeiro deste ano, que estabelece a parceria das Forças Armadas com os governos estaduais para a manutenção da lei e da ordem nos estabelecimentos prisionais do país.

Para a realização do trabalho na capital, uma barreira da Polícia Militar foi montada mais de cem metros antes das unidades prisionais foi montada uma barreira da Polícia Militar. Todos os carros que passaram pelo local, durante a operação foram fiscalizados.

Em frente ao Ênio Pinheiro, caminhões e uma movimentação grande de soldados do exército pôde ser visto por quem transitava pela Estrada da Penal.

A imprensa não teve acesso a parte interna dos presídios. Segundo o General José Leal, foi feito varredura em todas as celas para encontrar objetos proibidos, como armas artesanais, celulares, carregadores e drogas.

Uma operação semelhante também já foi realizada em Ariquemes e outras varreduras devem ser feitas nos demais presídios do interior do Estado, segundo anunciou o General José Leal.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here