Vigilância interdita mais uma clínica de recuperação em Divinópolis

0

A força-tarefa da Vigilância em Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), para fiscalizar clínicas de recuperação em situação irregular, fechou mais um estabelecimento. A equipe de fiscais visitou uma comunidade terapêutica, com 53 internos, na manhã desta quarta-feira (13), no bairro Quintino, onde foram constatadas diversas irregularidades.

De acordo com o relatório da Vigilância em Saúde, a clinica interditada é que possui o maior número de internos no município. Foram encontradas graves infrações, como a internação involuntária e a medicação psicotrópica sem prescrição médica. Havia no local 12 menores de idade, pacientes com problemas mentais e procurados pela justiça.

A fiscalização também constatou internos trancados nos quartos. A Vigilância solicitou que os familiares, 80% deles de outras cidades, busquem seus parentes internados.

Clínicas já interditadas

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), com participação da Secretaria Anti-Drogas, do Conselho Tutelar, do Conselho Municipal Antidrogas e da Polícia Militar, já visitou cinco clínicas, das quais quatro foram interditadas.

Ao fim de agosto, a equipe de fiscais constatou irregularidades em clínica com 18 internos em Santo Antônio dos Campos. Três pacientes com problemas mentais foram direcionados ao Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD) de Divinópolis, e dois menores foram assistidos pelo Conselho Tutelar.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here