Quem quiser usar Bitcoin para comprar um carro da Tesla já poderá fazer por meio do site oficial da montadora a partir desta quarta-feira (24). O anúncio foi feito por Elon Musk, CEO da empresa, pelo Twitter.

“Agora você pode comprar um Tesla com Bitcoin”, afirmou Musk, que explicou que a criptomoeda paga à montadora não será convertida em moeda bancária. “A Tesla está usando um software interno e de código aberto e que opera Bitcoin diretamente”, explicou.

publicidade

Desde fevereiro, a Tesla tem feito diversos testes com a plataforma BTCPay, um software de código aberto e auto-hospedado que se destaca principalmente por não ter nenhum intermediário e não converter o valor de Bitcoins para moeda fiduciárias, ou seja, dinheiro comum.

A opção de pagamento já está disponível, mas por ora, apenas para compradores dos Estados Unidos (EUA). No entanto, o technoking da Tesla adiantou que os clientes do resto do mundo serão capazes de comprar um carro elétrico com Bitcoin ainda este ano.

Carros da Tesla já podem ser comprados com Bitcoin. Imagem: Tesla/Reprodução

Tesla lucra ao investir em Bitcoin

No início deste ano, a Tesla investiu US$ 1,5 bilhão na criptomoeda, o que deu um retorno à empresa de aproximadamente US$ 1 bilhão em lucro. Desde então, a imprensa já suspeitava que a marca estava se preparando para começar a aceitar pagamentos com a criptomoeda.

O lucro, claro, resultou do aporte bilionário feito pela empresa em Bitcoin. Segundo a Tesla em atualização de sua política de investimentos, a ação foi feita para “garantir mais flexibilidade para diversificar e maximizar retornos no caixa”. Além disso, a montadora esclareceu que poderá adquirir bens digitais “de tempos em tempos ou por longo prazo”.

Leia mais:

E o novo método de pagamento fez com que tanto a Tesla quanto a moeda digital entrassem no radar dos investidores “peso pesados” de Wall Street. Após o anúncio, a Bitcoin valorizou mais de 3,5% e está valendo cerca de US$ 56.320.

Fonte: Business Insider

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Conteúdo retirado do site: Olhar Digital