No ano passado, Brasil respondeu por 3% da receita global da companhia, que foi de US$ 1,1 bilhão A arroba do boi em alta e a demanda por proteína animal para exportação devem ser os alicerces para o crescimento da Elanco no Brasil em 2021. A multinacional de saúde e nutrição animal ampliou sua receita em 10% em 2020 no país e projeta um incremento de 4% a 5% neste ano. Considerando que o Brasil responde por 3% da receita global da companhia americana, que foi de US$ 3,27 bilhões em 2020, o faturamento no país foi de US$ 98 milhões. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro.

Conteúdo retirado do site: Valor