DIRETO DA FONTE: Aberta a temporada de selfies em obras da prefeitura de Monte Negro

Confira a Coluna

EnfocoNotícias – PAULO BESSE

PAPAGAIO DE PIRATAS

Depois que as maquinas da prefeitura começou a trabalhar incansavelmente para recuperar as estradas de Monte Negro com recursos do FHITA que é destinado pelo Governo do Estado, o que mais se vê são fotos nas redes sociais. Tem fotos mostrando as estradas bem patroladas e niveladas, bueiros e pontes recuperados, em cima das maquinas, com os trabalhadores, enfim, de todos os tipos. O problema é que quando o povão estava reclamando das péssimas condições das estradas ninguém queria sequer aparecer nas linhas para não ouvir desaforo dos moradores.

Um leitor desta coluna escreveu dizendo: “Acho um desaforo abrir meu Facebook e ver que tem tanta gente pegando carona no trabalho da prefeitura. Deviam tomar vergonha na cara. Todos papagaio de Pirata”, afirmou o leitor indignado. Para um bom entendedor, fica ai o recado do morador da Linha C-35.

DUPLICAÇÃO DA BR-364

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO), vice-líder do Progressistas na Câmara dos Deputados, apresentou emendas ao PLN5/2019, Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que dispõe o orçamento federal de 2020. A parlamentar de Rondônia propôs previsão de recursos federais para a duplicação da BR-364; para apoio das políticas de igualdade e enfrentamento à violência contra as mulheres, através do Programa Patrulha Maria da Penha; e para incentivo ao produtor de café, com expansão de programa de certificação.

A LDO estabelece as prioridades, metas e limites para a aplicação de recursos federais no ano seguinte. Antes de entrar em vigor, o texto é enviado pelo Governo Federal à Câmara dos Deputados e discutido, inicialmente, na Comissão Mista de Orçamento (CMO), onde a deputada federal Jaqueline Cassol é membro.

DESACREDITADA

A Audiência Pública promovida por uma deputada federal da bancada de Rondônia na semana passada para debater o alto preço da energia em Rondônia cobrado pela distribuidora Energisa  não convenceu os rondonienses de que se resolverá alguma o arroxo no bolso do povo.

 Você acredita que a Audiência Pública realizada na Assembleia Legislativa vai conseguir baixar o valor da energia em Rondônia?

 Um pesquisa feita por jornalista da capital constatou que para 88% dos internautas que participaram de uma pesquisa promovida por eles, nada será resolvido, já para 12% a audiência surtirá resultado positivo. 863 internautas participaram da enquete que durou dois dias e não possui caráter cientifico.

ÓTIMA NOTÍCIA

“Prevenir é sempre o melhor remédio”. O ditado popular nunca esteve tão próximo da realidade do Governo do Estado, e tudo isso graças aos investimentos em prevenção que estão trazendo grandes resultados. Entre eles a diminuição de casos de febre amarela notificados em Rondônia.

Desde 2016 a febre amarela tem ocupado as principais manchetes. De acordo com dados do Ministério da Saúde, de 2017 a 2018 o Brasil viveu um dos maiores surtos da doença, com mais de 7.500 casos notificados, 1.370 casos confirmados, e 483 mortes.

A maior quantidade de registros ocorreram nos estados de São Paulo, Minas gerais, Rio de Janeiro e Espirito Santo. E embora Rondônia esteja dentro da Amazônia, ficou distante desse cenário, com apenas 38 notificações, e um caso confirmado em 2018.

TRANSPOSIÇÃO PRORROGADA

O prazo para os servidores apresentarem o documento requerendo a transferência para o quadro da união encerraria nesta segunda-feira, 8 de julho, mas o Governo do Estado, através da Superintendência de Estado de Gestão e Pessoa (Segep) enviou ofício ao Ministério da Economia pedindo a prorrogação do prazo. De acordo com Júlio Martins Figueiroa Faria, superintendente da Segep, o Governo Federal atendeu a solicitação e estendeu por mais 60 dias.

Pela estatística da Superintendência de Gestão e Pessoa mais de 10 mil servidores, entre aposentados, ativos, pensionistas, militares da reserva remunerada, civis e militares do Poder Executivo contratados até a data limite de 15 de março de 1987 podem optar pela transposição. A previsão era que desse total, pelo menos cinco mil servidores solicitariam a mudança. Entretanto, até o momento 1.400 pessoas mostraram interesse.

OPERAÇÃO DIARISTA

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou à Justiça Federal cinco pessoas que se associaram para cometer crimes e se apropriaram de valores do Conselho Regional de Odontologia (CRO) de Rondônia. Os fatos ocorreram de 2013 a 2018, em Porto Velho, e foram descobertos durante a Operação Diarista, executada pela Polícia Federal em conjunto com o MPF. Uma das pessoas envolvidas ainda tentou prejudicar as investigações sobre os desvios de recursos e falsificou processos e relatórios para justificar verbas desviadas.

Uma das formas de desvio era o superfaturamento de diárias em viagens fictícias. Para o MPF, a fraude era tão grave que em alguns casos, como em outubro de 2016, um dos envolvidos recebeu mais diárias do que o número de dias do mês. Foram 53 diárias para um mês de 31 dias, sendo que apenas 21 dias daquele mês eram úteis. De 2013 a 2018, as fraudes ultrapassaram R$ 1,2 milhão.

TESTE DE ESTÁDIO

O Brasil virou campeão da Copa América, no Maracanã, em mais um teste de estádio do presidente Jair Bolsonaro. Começou pelo Mané Garrincha, em Brasília, foi para o Morumbi, em São Paulo, e agora foi para o Maracanã, no Rio de Janeiro.

Nelson Rodrigues dizia que Maracanã vaia até minuto de silêncio. E, no entanto, antes de Bolsonaro só havia um presidente que recebia aplausos no Maracanã: o presidente Médici (1969-1974). Passou pelo teste, levou sete ministros, principalmente Sergio Moro e Paulo Guedes, que também passaram pelo mesmo teste do estádio.

PRODUTO DO CRIME PARA BANCAR ADVOGADO

Também na Câmara começou a tramitar um projeto de lei da deputada Bia Kicis (PSL-DF) considerando crime de receptação o advogado que receber produto do crime como pagamento de honorários. Da mesma forma, um juiz não pode aceitar como fiança produto do crime.

Equivale ao seguinte: rouba seu automóvel e vende o carro. O ladrão é preso e, com o produto da venda do seu carro, paga a fiança para não ficar preso. Ou o advogado que o defende recebe o produto da venda do seu carro que lhe foi furtado. Acho que a deputada tem toda a razão. É um assunto que está tendo discussão.

Eu já ouvi discussões entre amigos sobre isso. Um é advogado e outro é corretor de imóveis. O advogado dizendo que não tem que dar satisfação pela origem do dinheiro que seu cliente lhe paga. E o meu amigo defendendo: “Olha, se eu vender um imóvel e a Lava Jato descobrir que ele foi pago com produto da corrupção, eu vou perder o imóvel, que vai a leilão”.

Isso é o certo: não se pode usar o produto do roubo em vantagens. Senão o próprio criminoso vai usar o produto do roubo para ser defendido e pedir a liberdade.

OUTRO TEMA DE HOJE…

Descobriram que oito aviões da Funai estão parados, praticamente abandonados em hangares em Itaituba (Pará), em Brasília, em Goiânia e no Rio de Janeiro. Todos pagando, desde 2012, R$ 3 milhões em alugueis. Aviões que fazem falta em aldeias indígenas para resgatar, por exemplo, uma criança, uma mulher, um índio ou um idoso que precisem de assistência médica e precisem ser hospitalizados.

Aliás, há uma mania no Brasil de deixar o índio isolado. Enquanto os índios querem, sim, eletricidade, internet, benefícios da sociedade. Não querem ficar lá abandonados. Perguntem a eles.

O SEU APOIO MANTÉM O JORNALISMO VIVO

O jornalismo tem um papel fundamental em nossa sociedade. O papel de informar, de esclarecer, de contar a verdade e trazer luz para o que, muitas vezes, está no escuro. Esse é o trabalho de um jornalista e a missão do EnfocoNotícias. Mas para isso, nós precisamos de você e do seu apoio, pois juntos nós podemos, através de matérias iguais a essa que você acabou de ler, buscar as transformações que tanto queremos. Apoie o jornalismo do EnfocoNotícias

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para: paulobesse559@gmail.com

Deixe seu comentário