O Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) publicou uma normativa que permite o plantio excepcional de soja fora do calendário padrão no Estado, que vai de 16 de setembro a 31 de dezembro. A colheita, em casos de pesquisa científica para melhoramento genético e avanço de gerações de linhagens de soja, poderá ser feita até 31 de julho, já dentro do período do vazio sanitário estadual, que começa em 15 de junho.

Conteúdo retirado do site: Valor