A cada dia que passa o mercado de assistentes virtuais está cada vez mais presente na vida da população. Entre os principais nomes da tecnologia temos o Google Assistente, a Bixby da Samsung, a Amazon Alexa, a Cortana e a pioneira, Siri, da Apple.

A assistente virtual da Apple é capaz de compreender e realizar funções que estejam relacionadas ao sistema operacional do celular usando o comando de voz.

publicidade

A Siri ganhou grande popularidade na internet quando as pessoas começaram a utilizar não só os recursos básicos da funcionalidade. Originalmente, a ideia da assistente virtual é ser como uma amiga do usuário, que responde perguntas, conta piadas e até canta músicas improvisadas. Esses feitos ganharam o coração do público.

A tecnologia hoje fortemente ligada a fabricante de celular foi desenvolvida em 2007 pelo instituto de pesquisa cientifica sem fins lucrativos, SRI International. O projeto teve um orçamento inicial de 8,5 milhões de dólares e foi desenvolvido por Dag Kittlaus, Cheyer Adam, Tom Gruber e Normam Winarsky.

Três anos após o desenvolvimento, a Apple adquiriu a tecnologia e a lançou em 2011, junto ao iPhone 4s com o sistema operacional IOS 5.

A assistente virtual funciona através da junção das tecnologias de IA (Inteligência Artificial), Processamento de Linguagem Natural e reconhecimento de fala. A Siri é composta por uma consciência do contexto, delegação de serviço e interface que permite que o usuário digite ou mande áudio.

publicidade

Em segundos, a Siri interpreta a fala do usuário, transforma em códigos, identifica padrões e palavras-chave, então determina a solicitação e busca uma resposta com base no banco de dados do telefone e em servidores online, formulando uma fala completa e coesa.

O nome Siri tem origem norueguesa e possui significado de “bela mulher que leva você à vitória”, o que diz muito sobre o intuito da ferramenta.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Conteúdo retirado do site: Olhar Digital