sábado, maio 30, 2020
Publicidade
Home Mundo Espanha permite refeições ao ar livre novamente em Madri e Barcelona

Espanha permite refeições ao ar livre novamente em Madri e Barcelona

O isolamento imposto por causa do coronavírus será flexibilizado na capital da Espanha, Madri, e na segunda cidade mais importante do país, Barcelona, a partir de segunda-feira, permitindo refeições ao ar livre e reuniões de até 10 pessoas, conforme diminuem os casos de infecções, informou o governo nesta sexta-feira (22).

A Espanha começou a aliviar gradualmente um dos mais rigorosos isolamentos da Europa no início deste mês, mas restrições permaneciam em Madri e Barcelona porque os surtos de coronavírus nestes locais eram mais graves.

Em outras regiões, que representam cerca de metade da população da Espanha, as medidas para relaxar o isolamento serão ainda maiores, segundo o governo.

O número de mortos em 24 horas por coronavírus na Espanha aumentou em 56 na sexta-feira, para 28.628, enquanto o número total de casos diagnosticados chegou a 234.824, informou o Ministério da Saúde.

“Estamos muito perto dos níveis praticamente indetectáveis do vírus”, disse o chefe de saúde emergencial, Fernando Simon.

Mas, em uma entrevista coletiva em separado, o ministro da Saúde, Salvador Illa, pediu aos cidadãos que ajam com responsabilidade: “Cada passo que damos precisa ser seguro”.

Bares e restaurantes em Madri e Barcelona poderão reabrir a partir de segunda-feira em calçadas e terraços com metade da capacidade. As igrejas também podem reabrir e as pessoas estarão livres para viajar por sua própria província.

Fonte: G1

- Advertisment -

As Mais Lidas

Foguete da SpaceX com dois astronautas é lançado na Flórida

O foguete da SpaceX partiu neste sábado (30) do Cabo Canaveral, na Flórida, com dois astronautas da Nasa a bordo. É o...

A longa história de segregação e conflito racial em Minneapolis, onde George Floyd foi morto pela polícia

A cidade americana de Minneapolis, que está no centro dos protestos contra a morte de George Floyd, tem uma longa história de...

Líderes mundiais criticam ruptura dos Estados Unidos com a OMS

O ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, afirmou em uma mensagem no Twitter que a decisão é um "sério revés para a...

Milhares protestam na França contra demissões da Renault

Milhares de pessoas protestaram na manhã deste sábado (30) em frente a fábrica da Renault em Maubeuge, na França, contra as demissões...