Everaldo vira baixa e aumenta lista de problemas do Corinthians

O atacante Everaldo teve diagnosticada uma lesão na região do púbis e será afastado do elenco do Corinthians pelo prazo de 15 dias para tratamento. De acordo com Joaquim Grava, consultor médico do clube, o desfalque pode chegar a um mês se for somado o período de preparação para voltar a ficar à disposição do técnico Fábio Carille. É mais um problema para o comandante.

Sábado, às 11h, contra o Ceará, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, Carille não conta, além de Everaldo, com Fagner (seleção brasileira), Pedrinho (seleção brasileira olímpica), Sornoza (seleção equatoriana) e Araos (seleção chilena olímpica). O zagueiro Léo Santos, que sofreu uma fratura no joelho direito no treino de sábado da semana passada, também é baixa. Ele só volta em 2020.

O atacante Boselli também não treinou em campo nesta terça (3) por causa de uma torção no tornozelo durante o jogo-treino contra o São Bento, em que fez o gol da vitória corintiana. Porém, o clube diz que sua situação clínica não é motivo de preocupação, assim como Gustavo, que participou de trabalhos leves no Lab R9, de biomecânica. Mateus Vital ganhou mais um dia de folga porque sua filha Antonella nasceu ontem, no Rio de Janeiro. Ele se reapresenta na quarta (4).

No CT Joaquim Grava, Carille comandou um treinamento técnico em espaço reduzido. Com Clayson como curinga, os times se dividiram assim: Gil, Gabriel, Ramiro, João Victor, Jadson, Júnior Urso e Danilo Avelar de um lado, Bruno Méndez, Matheus Jesus, Carlos Augusto, Manoel, Michel, Ralf e Vagner Love de outro. O time volta aos treinos na quarta, quando começa de fato a preparação para o jogo de sábado.

CARILLE

Em entrevista exclusiva aos canais Fox Sports, Carille, falou sobre a boa fase do clube, QUE ainda não perdeu depois da pausa para a Copa América, e sua relação com a imprensa. “Cada vez menos ouvindo a imprensa, e cada vez mais acreditando no nosso trabalho, nossas convicções. Estou muito feliz onde estou, fazendo aquilo que eu amo e que eu mais gosto, que é estar dentro do campo e, principalmente cuidar desta parte técnica”, declarou.

O técnico afirmou que não pensa em priorizar a Copa Sul-Americana -competição em que o clube está nas semifinais- ou o Campeonato Brasileiro. No entanto, ele indicou que deve continuar com um rodízio de jogadores, pensando na condição física de cada um.

“O maior cuidado nosso é a saúde do atleta. Temos muitas áreas que nos ajudam na questão de o jogador estar com dores e, muitas vezes, é melhor poupar em um jogo que perder um mês inteiro. Então, eu prefiro trabalhar no jogo a jogo”, disse.

Sobre a recuperação do time no Brasileiro, Carille usou como exemplo a campanha do clube na competição em 2017. Na ocasião, a equipe abriu 14 pontos de vantagem na liderança do torneio e viu a distância para os concorrentes cair na reta final.

Apesar disso, o time se manteve na primeira colocação e levantou a taça. “Eu lembro, que em 2017, viramos o turno com 14 pontos de diferença, e no final enroscou. Esse ano, estamos há cinco pontos do líder, essa distância já foi de 13 pontos. Então, estamos em um processo de recuperação, e o grupo está vivendo e aproveitando isso”, completou.

O Corinthians tem 31 pontos e está na terceira colocação do Brasileiro, cinco pontos atrás de Flamengo (1º) e Santos (2º).

fonte: Folha Press

Deixe seu comentário