SÃO PAULO (Reuters) – O Fleury (FLRY3) teve um salto no lucro do quarto trimestre, com o salto na procura por testes de Covid-19 e a retomada por exames e atendimentos após a flexibilização no isolamento social impulsionando receitas do grupo de dignósticos médicos.

A companhia anunciou nesta quinta-feira que seu lucro líquido de outubro a dezembro somou 139,5 milhões de reais, um salto de 148,7% na comparação anual. Em bases recorrentes, o lucro saltou de 56 milhões para 155,5 milhões de reais no período.

A receita líquida do Fleury somou 928,2 milhões de reais no trimestre, um aumento de 28,9%, com os exames de Covid-19, representando 11,1% na receita bruta e as operações em hospitais apresentaram aumento de 38,8% no faturamento.

Além disso, a gradual flexibilização das medidas de isolamento social permitiu a retomada de atendimentos e de exames de rotina, que tiveram altas ano a ano de 17,6% e 12,2%, respectivamente.

Com isso, o resultado operacional medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda) somou 298,1 milhões de reais, alta de 52,8% sobre um ano antes, com margem de 32,1%, alta de 5 pontos percentuais.

Conteúdo retirado do site: InfoMoney