O fotógrafo italiano Alberto Ghizzi Panizza capturou uma imagem rara de um arco-íris em volta da lua. A foto foi feita no último dia 24 de janeiro na cidade de Parma, no Norte da Itália e foi compartilhada no Instagram do fotógrafo, onde recebeu cerca de 2,7 mil curtidas. 

Usando uma câmera Nikon Z7II, lentes Nikkor 300mm f / 2.8 GII VR e um tripé Star Adventurer Tracker, Panizza fez centenas de registros em um intervalo de cerca de duas horas, entre as 10 da noite e a meia-noite do horário local. Segundo ele, a intenção era a de conseguir registrar a beleza do acontecimento por completo e em todos os ângulos. 

publicidade

“Tirei algumas centenas de fotos da Lua que criaram aréolas, iridescências e coroas entre nuvens e véus”, explicou o fotógrafo na legenda da postagem em seu Instagram. “Esta é a combinação de uma boa parte dessas fotos para enfatizar as cores da coroa e dos minerais lunares”, completou.

O que é um arco-íris lunar? 

Assim como os arco-íris terrestres, os arco-íris lunares aparecem durante o dia e são resultado da propriedade óptica da refração da luz e acontece quando a luz do Sol é refletida pela Lua e refratada por gotas de chuva ou névoa na atmosfera. Assim, a luz é dispersada e dividida em vários espectros cromáticos. 

Os arco-íris lunares são relativamente comuns, mas muito difíceis de serem observados, já que necessitam um local sem poluição luminosa e com boas condições atmosféricas para a observação do céu durante a noite. Entretanto, além disso, a luz emitida é muito fraca para os olhos humanos, sendo difícil fazer a distinção das cores que são observadas. 

publicidade

Com isso, apesar de acontecer com frequência, em geral, os humanos não vêm sete cores, como acontece nos arco-íris terrestres, mas apenas a cor branca, sendo difícil distinguir o que é a Lua e o que é o arco-íris. 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Conteúdo retirado do site: Olhar Digital