No início de dezembro a Apple implementou uma nova regra na App Store que exige que todos os apps publicados tenham um aviso de privacidade. Este aviso contém uma lista das informações pessoais que podem ser coletadas pelo app e ligadas ao usuário, e para que elas podem ser usadas.

Quase um mês e meio depois, nem todos os apps do Google têm este aviso. Entre eles os apps mais populares, como o YouTube e o GMail. Eles não foram atualizados desde que a regra entrou em vigor, então podem continuar no ar sem a informação necessária.

publicidade

Mas é incomum que os apps do Google, especialmente os mais populares, fiquem tanto tempo sem atualizações. O que levou à suspeita de que a empresa estaria segurando elas por quanto tempo possível, para evitar ter que adicionar o aviso.

Aviso de privacidade na App Store

Segundo o The Verge, 12 apps do Google já foram atualizados com avisos de privacidade. Porém, o mais interessante é saber quais não foram: entre eles “pesos-pesado” como o YouTube, Maps, GMail, Agenda, Docs, Busca e Fotos, só para citar alguns.

O TechCrunch lembra que o comportamento do Google não é tão suspeito quanto parece. A própria App Store deixa de aceitar atualizações anualmente na última semana de dezembro. E grandes empresas, como o Google, deixam de fazer modificações no código-fonte de seus apps entre meados de dezembro e o início de janeiro, para evitar problemas no fim do ano, quando boa parte dos funcionários está de folga.

Em um post em seu blog em 1º de Janeiro, o Google afirmou:

publicidade

“À medida que os aplicativos do Google para o iOS são atualizados com novos recursos ou para corrigir bugs, você verá atualizações em nossas páginas de aplicativos que incluem os novos avisos de privacidade do aplicativo. Estes rótulos representam as categorias máximas de dados que poderiam ser coletados – ou seja, se você usar todos os recursos e serviços disponíveis no aplicativo.”

A empresa lembra que “os dados que você fornece aos produtos Google lhe oferecem serviços úteis, e você pode sempre controlar suas configurações de privacidade visitando sua Conta Google ou diretamente nos produtos Google que você usa no iOS”. Mas seria interessante saber quais dados são coletados. Exatamente como a Apple exige.

Fonte: The Verge

Conteúdo retirado do site: Olhar Digital