Homem é preso após ser flagrado tentando beijar menino de 11 anos

Câmeras de segurança do estabelecimento flagraram o venezuelano abraçando uma criança.

Um venezuelano de 54 anos foi preso na manhã desta quinta-feira (29) após ser flagrado acariciando uma criança de 11 anos, na Zona Leste de Porto Velho. Populares denunciaram à Polícia Militar (PM) que José Luiz Guzman estava importunando sexualmente o garoto em uma padaria. Dezenas de fotos de crianças seminuas foram encontradas no celular do suspeito.

O delegado Jesus Boabaid, que fez o flagrante na Central de Polícia, diz que câmeras de segurança da padaria mostram o homem tentando beijar e abraçar o garoto. “A PM constatou a veracidade dos fatos junto ao pai da criança e alguns funcionários do local. O estabelecimento é filmado, foi assistido e se constatou [o assédio]”, contou.

Durante o depoimento na delegacia, o delegado pediu acesso ao celular do suspeito e teve a liberação. Ao analisar os arquivos, foram encontradas mais de mil fotos de crianças.

“Nós começamos a verificar os arquivos e foram encontradas várias imagens de crianças entre a faixa etária de 7 a 12 anos, de cueca, em alguma pose, desfilando. Todos meninos”, disse.
A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) vai analisar as imagens. Nelas há crianças despidas e algumas com o suspeito.

“São muitas imagens que deixam bem evidente que ali pode ser um pedófilo. Também tem trocas de emails, ele recebendo emails de crianças de 10 anos, inclusive uma delas ele chama de ‘amor. Ele é membro de uma igreja evangélica. Nós vamos acioná-la judicialmente porque pode ter vítimas. Pais que têm filhos nessa faixa de idade, de repente seus filhos podem ter sofrido algum abuso por parte dele”, explicou.

Após a prisão, o suspeito foi levado à Central de Flagrantes, onde deve ficar detido até passar por audiência de custódia. Nessa audiência, o juiz decidirá se ele vai permanecer preso preventivamente enquanto ocorrem as investigações.

Alerta aos pais e responsáveis

Jesus Boabaid faz um alerta aos responsáveis por crianças, lembrando que no flagrante da manhã desta quinta, o homem havia dado um relógio de presente ao garoto, na tentativa de ganhar a confiança dele. Em uma das fotos no celular apreendido, um menino aparentando ter 7 anos aparece sorrindo com uma nota de R$ 10 no rosto.

“Pais, não permitam que seus filhos fiquem só com pessoas estranhas, independente se é igreja, casa ou qualquer lugar. Elas são pessoas acima de qualquer suspeita, que se aproximam de forma muito cautelosa”, alertou.
O caso também vai ser encaminhado à Polícia Federal, já que há a suspeita de que o venezuelano integre uma rede internacional de pedofilia. Com a divulgação da foto dele, a polícia acredita que mais vítimas podem denunciá-lo.

“Faço um apelo para as pessoas que o conhecem, que busquem a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, porque ele pode estar ligado a uma rede de pedofilia internacional”, finaliza.

A DPCA fica na Rua Getúlio Vargas, entre Benjamin Constant e Quintino Bocaiúva, bairro São Cristóvão. As denúncias podem ser feitas pelo 197 da Polícia Civil.

Fonte: G1 RO

Deixe seu comentário