(Atualizada às 21h30) A indústria paulista de feijão reclama que o aumento da alíquota de ICMS no Estado criou uma desvantagem comercial para as empresas instaladas em São Paulo em relação aos empacotadores de Paraná e Minas Gerais. Em carta enviada no fim do mês passado ao secretário da Agricultura, Gustavo Junqueira, a Associação Brasileira de Feijões e Legumes Secos (Abrafe) pediu a revogação do decreto nº 65.255 do governador João Doria, que entrou em vigor em 15 de janeiro. Até agora, contudo, não obteve resposta.

Conteúdo retirado do site: Valor