(Pixabay)

RIO DE JANEIRO (Reuters) – Três suspeitos armados roubaram nesta segunda-feira 20 doses de vacina contra a Covid-19 de uma unidade básica de saúde de Natal utilizada para a vacinação de idosos, informou a polícia.

De acordo com a Polícia Civil, dois suspeitos foram detidos após o roubo, mas os dois frascos de vacinas contendo 10 doses cada que foram roubados não foram recuperados, uma vez que teriam sido levados por um terceiro envolvido no roubo.

“As vacinas não foram encontradas. A suspeita é de que teria um terceiro suspeito que teria ficado com as vacinas”, informou por telefone uma porta-voz da Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil.

A vacinação contra a Covid-19 no país caminha em ritmo lento desde o início em janeiro devido à escassez de doses, o que tem colaborado para o pior momento da pandemia no Brasil, com mais de 15 mil mortos pela doença apenas na semana passada.

Apenas 2,6% da população brasileira com mais de 18 anos foi vacinada com as duas doses, de acordo com levantamento da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), enquanto o percentual que recebeu a primeira dose é de 7,4%.

A promessa original do Ministério da Saúde era distribuir em março 45,9 milhões de doses apenas no mês de março, mas esse total foi reduzido para 25 milhões a 28 milhões por problemas na importação de doses da Índia e por atraso da Fiocruz em sua produção, além das incertezas sobre o recebimento de doses do programa Covax, da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Participe do Treinamento gratuito Scalper Pro e entenda como extrair lucro e controlar riscos na Bolsa em operações que duram minutos ou segundos! Inscreva-se aqui.

Conteúdo retirado do site: InfoMoney