O ex-goleiro Marcos sofreu com as cobranças de falta de Rogério Ceni nos clássicos contra o São Paulo. Ambos mantêm boa relação e, após o título brasileiro conquistado pelo Flamengo, o ídolo palmeirense fez questão de cumprimentar o atual treinador.

“No dia em que ele foi campeão com o Flamengo, mandei mensagem e falei: ‘Você é mito mesmo’. O Rogério se comunica bem e, com o tanto de títulos que tem, poderia ser comentarista. Mas, não. Quis ser treinador, assumiu time que é rival do São Paulo e foi campeão”, disse Marcos.

O ex-goleiro do Palmeiras falou sobre Ceni durante descontraída live no Instagram com o apresentador Benjamin Back, realizada na noite de sábado. “Tiro o chapéu para você. Se eu fosse você, jamais teria feito o que fez”, disse Marcos, se dirigindo ao ídolo são-paulino. “Ele é mito mesmo. Vai gostar de desafio assim…”, completou.

Flamengo e Internacional entraram na 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro com chances de título. O palmeirense Marcos preferia ver o time gaúcho como ganhador do torneio nacional, mas garante também ter ficado contente pelo sucesso do amigo.

“O Rogério é um cara sensacional. Eu torci 99% pelo Inter. O 1% que torci pelo Flamengo, foi por causa do Rogério. Quando o Flamengo ganhou, nem fiquei p…, porque pensei: ‘O Rogério merece’. O cara é fera”, elogiou o ídolo palmeirense, irreverente.

Aposentado desde 2012, Marcos chegou a sofrer gols de falta e de pênalti de Rogério Ceni em clássicos contra o São Paulo. Homenageado com um busto na sede social do Palmeiras em 2015, o ex-goleiro virou mais um torcedor e costuma interagir bastante por meio das redes sociais.

Deixe seu comentário

Conteúdo retirado do site: Gazeta Esportiva