A lateral esquerda do Palmeiras tem nome e sobrenome, Matías Viña. Apenas na segunda temporada como profissional, o uruguaio tomou conta da posição e ajudou o Verdão a chegar na final da Copa Libertadores, que acontece no próximo sábado contra o Santos.

“Estar na final é algo muito lindo, estar aqui e decidir um título muito importante. Não só individual, mas para a instituição. É algo que orgulha muito todo o elenco e todo mundo que trabalha no Palmeiras, é um sonho”, disse Viña.

“Quando tomei a decisão de vir para cá, um dos fatores era brigar pela Libertadores e fomos em busca disso. Jogo a jogo, esperando ou não, estamos aqui na decisão. Então, é desfrutar com responsabilidade”, completou.

Viña também falou da expectativa dos uruguaios para a decisão brasileira e a mística do Maracanã, estádio lembrado com muito carinho pelo passado glorioso Celeste.

“É um estádio que se fala muito no Uruguai, pelo o que aconteceu. Faz muito tempo, mas continuamos lembrando. É algo que dá uma energia extra e também você sonha em fazer algo parecido para os uruguaios festejarem”.


Mais vídeos em
videos.gazetaesportiva.com

“Sei que as pessoas próximas vão torcer para mim, é o que me importa. Minha família e meus amigos que me apoiaram desde que comecei no futebol. Isso é o que importa. Ter eles do meu lado dá uma motivação a mais”, disse o lateral esquerdo.

“Os uruguaios estão muito felizes pelo o que estou vivendo…. Profissionalmente, comecei ano passado a jogar e tudo aconteceu muito rápido. Estar em uma decisão não é fácil, então estou aproveitando bastante. Vamos dar o melhor de cada um para que possamos conquistar o título, que é o que todos sonhamos”, finalizou.

A finalíssima brasileira entre Palmeiras e Santos, pela Libertadores, acontece no próximo sábado, às 17h, no Maracanã.

Deixe seu comentário

Conteúdo retirado do site: Gazeta Esportiva