Paciente demora para ser atendido e acaba preso

Consta em registro de ocorrência, que uma das funcionárias estava realizando cadastro, quando escutou o homem alterado, afirmando que estava com muitas dores

Um paciente de 56 anos foi preso nesta quinta-feira (11) após causar destruição na policlínica Ana Adelaide, na região Central de Porto Velho (RO). Consta em registro de ocorrência, que uma das funcionárias estava realizando cadastro, quando escutou o homem alterado, afirmando que estava com muitas dores. 

A funcionária explicou que ele já tinha passado pela triagem e na classificação de risco teria ficado com a pulseira amarela, que existiam outras pessoas precisando de atendimentos classificados com maior prioridade na frente dele. No entanto, o homem indignado por não ser atendido de imediato e afirmando que estava com fortes dores resolveu gritar por atendimento e empurrando com muita força ao ponto que arrancou a porta da sala.

Com a chegada da polícia, o homem recebeu atendimento médico e depois foi apresentado na Central de Flagrantes pelo crime de dano ao patrimônio público.

Deixe seu comentário