Momentos depois da vitória do Flamengo diante do Internacional, neste domingo, pela 37ª rodada do Brasileirão, o vice de futebol do Colorado, João Patrício Herrmann, concedeu entrevista coletiva onde criticou o posicionamento da arbitragem de campo – comandada por Raphael Claus – e de vídeo em relação à expulsão de Rodinei, no início da segunda etapa. Além disso, o dirigente garantiu que o clube gaúcho pedirá revisão da partida à CBF.

“Quem estava no estádio viu uma das maiores vergonhas recentes do futebol brasileiro. O Inter foi surrupiado. O árbitro mudou o critério que ele vinha adotando nos últimos jogos. É uma vergonha a atuação do árbitro. O Filipe Luís disse para os nossos jogadores que não foi falta para vermelho. Amanhã (segunda-feira) nós vamos à CBF ouvir (a comunicação entre juiz de campo e de vídeo) esse VAR. Fomos novamente prejudicamos de forma absurda”, disse o vice de futebol do Inter.


Mais vídeos em
videos.gazetaesportiva.com

Assim como na expulsão de Rodinei, o VAR foi acionado para validar um gol marcado por Pedro, no final da segunda etapa. Na situação, a decisão do gramado foi revertida.

“E vimos o desespero dos dirigentes do Flamengo praticamente invadindo o campo, do treinador, da comissão técnica xingando nossos jogadores e tentando que o VAR não fosse consultado no gol anulado, tentando manipular o VAR. É uma vergonha. O Flamengo é um grande clube que não precisa deste tipo de atitude”, disse Herrmann.

Nesta situação, o vice de futebol do Inter reclamou sobre o posicionamento e a quantidade de representantes do Flamengo.

“Colocaram 60 pessoas atrás do banco, nos colocaram lá no canto, no fundo, o presidente do Flamengo mentiu para mim. Este é o ambiente aqui. Disseram que não poderiam nos colocar em outro lugar. Ele não mandou mensagem, ele mentiu olho no olho. Não deixaram ficar em outro lugar. Foram atitudes ‘varzeanas’ do Flamengo”, acrescentou.

O Colorado ainda tem chance de garantir o título do Campeonato Brasileiro. Para isso, é preciso vencer o Corinthians, em São Paulo, e torcer para que o Rubro-Negro tropece diante do São Paulo, também fora de casa.

Deixe seu comentário

Conteúdo retirado do site: Gazeta Esportiva